Arquivo da tag: segurança no carro

manutenção

O que conferir no carro antes de viajar nas férias?

Por: Gabriela Rabinovici

Janeiro chegou e, com ele, os planos de curtir as férias escolares dos pequenos. Para quem ama viajar, ir de carro pode tornar sua experiência ainda melhor, mas antes de pegar a estrada para uma viagem longa ou curta é preciso revisar os itens do carro.

Uma breve revisão e cuidados básicos podem evitar diversos riscos e inconvenientes durante o trajeto, mas não deixe para verificá-los na véspera, pois pode ser necessário fazer alguma troca ou manutenção.

Confira os principais:

- Pneus:

A primeira coisa a ser verificada é o nível de desgaste dos itens. Se atingiram ou ultrapassaram o limite de 1,6mm de profundidade dos sulcos, faça a substituição imediata.

Rodar com os pneus carecas representa um grande perigo, isso porque o carro pode derrapar ou aquaplanar, já que sua aderência no solo fica comprometida. Lembre-se que trafegar com eles nesse estado acarreta multa de R$ 195,23, mais cinco pontos na carteira.

- Itens de segurança:

É essencial ver se o kit de emergência composto por triângulo de sinalização, macaco para a troca de pneus e chave de roda estão em ordem. Eles são itens básicos de segurança e ajudam a preservar vidas.

- Sistema elétrico, faróis e lâmpadas:

Bateria, motor de partida, alternador, lâmpadas e fusíveis do carro merecem atenção, afinal o bom funcionamento desses itens pode prevenir acidentes e evitar multas. Substituir lâmpadas queimadas é rápido e fácil.

- Fluidos:

Principalmente, em viagens longas, o motor do carro é submetido a um esforço maior e, possivelmente, terá um consumo maior, sendo assim, todos os fluidos, incluindo o líquido de arrefecimento, óleo do motor e transmissão, fluido de freio, direção hidráulica, embreagem e nível do combustível do reservatório de partida devem ser verificados.

- Velas e cabos:

Se houver danos nesse sistema, outros componentes serão afetados, portanto faça o check-up de ambos a cada 10 mil quilômetros e a troca dos cabos a cada 50 mil quilômetros.

- Freio:

Essencial para evitar acidentes. Por isso, muita atenção para o óleo do freio, para a luz de freio na traseira, para o disco de freio, para a pastilha e para o freio de mão.

- Limpador de para-brisas:

As palhetas tendem a ficar ressecadas e impedir o escoamento adequado da água, sendo assim, cheque os limpadores e desembaçadores e não se esqueça de conferir o nível do reservatório de limpeza.

Atenção!

Esteja com os documentos do carro e a manutenção em dia! Viaje tranquilo! Vá até uma das unidades da Widmen e faça a revisão completa de seu automóvel.

Leia mais:

Conheça o Profundímetro da Widmen:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/conheca-o-profundimetro-da-widmen/

Conheça os hábitos que desgastam seu carro:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/conheca-os-habitos-que-desgastam-o-seu-carro/

pneu careca

Evite multa por pneu careca

Por: Gabriela Rabinovici

O uso dos pneus é recomendado por, no máximo, 10 anos, no entanto, a maneira como eles são utilizados e o contato frequente com as irregularidades do solo podem acelerar o desgaste dos itens.

O artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) considera infração conduzir o veículo “em mau estado de conservação, comprometendo a segurança, ou reprovado na avaliação de inspeção de segurança e de emissão de poluentes e ruído”.

Trafegar com os pneus carecas é arriscado e consta como infração grave, com multa de R$ 195,23 e cinco pontos na carteira. É importante citar que é proibido conduzir o veículo “sem equipamento obrigatório ou estando este ineficiente ou inoperante”. Isso inclui o estepe, que além de não poder estar careca, também deve estar cheio e em perfeitas condições de uso a qualquer momento.

Por isso, é essencial verificar frequentemente a presença de rasgos, bolhas, ressecamento e do Tread Wear Indicator (TWI) que significa Indicador de Desgaste do Piso. Ele consiste em filetes de borracha localizados na banda de rodagem, sinalizados como “TWI” ou com o formato de um triângulo. Quando o desgaste atingir essas marcações deve-se trocar os pneus.

Verifique se os sulcos estão dentro do limite de segurança estabelecido pela legislação brasileira, de 1,6 mm de profundidade, do contrário, o veículo perde estabilidade, estando suscetível a aquaplanagem e acidentes.

Dica extra:

Quando for trocar o pneu careca por um novo, deixe-o com o revendedor. Ele é o responsável por encaminhar esse pneu que não tem mais uso para a destinação final ambientalmente correta.

Outra opção é encaminhar o pneu a um dos mil pontos de coleta de pneus inservíveis disponibilizados pela Reciclanip em todo o Brasil. Confira os telefones dos pontos de coleta pelo site: https://goo.gl/8SgNij

Atenção!

Lembre-se que fazer a manutenção regular garante maior durabilidade, estabilidade e segurança. Não se esqueça da calibragem, alinhamento, balanceamento, rodízio e substituição no prazo indicado.

Na hora da troca, escolha pneus de qualidade que atendam às especificações estabelecidas pelo fabricante do veículo.

A Widmen possui as melhores marcas de pneus do mercado e realiza todos os tipos de manutenção no seu carro. Esperamos você em uma das nossas cinco unidades localizadas no Rio de Janeiro e Niterói.

Leia mais:

Dicas de manutenção preventiva:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/dicas-de-manutencao-preventiva/

A importância de manter a pressão ideal dos pneus:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/a-importancia-de-manter-a-pressao-ideal-dos-pneus/

farol baixo drl

A importância do alinhamento dos faróis do carro

Por: Gabriela Rabinovici

O sistema de luzes automotivas é responsável por iluminar e sinalizar as funções do veículo, tornando-o visível aos demais carros e pedestres, ajudando assim, a evitar acidentes.

Entretanto, é comum notar veículos com faróis não só queimados, mas também desalinhados. O problema pode acontecer por causa de trepidações, pequenas batidas ou devido à folga nos parafusos pela ação do tempo, causando mudança na posição do facho de luz.

O ideal é fazer a revisão, em média, a cada 10 mil ou 20 mil quilômetros, assim, profissionais especializados vão analisar a situação da lente e o alinhamento da luz. No entanto, se notar que uma das lanternas está com intensidade menor que a outra ou tiver dificuldade para dirigir à noite, vá imediatamente a uma mecânica especializada.

Lembre-se ainda de realizar o alinhamento dos faróis quando houver a substituição da lâmpada do farol ou substituição do farol, quando retirar o farol para reparos, quando houver troca ou arqueamento de molas da suspensão ou quando a altura do veículo for modificada.

Teste em casa:

Você mesmo pode verificar o alinhamento dos faróis. Basta colocar o carro em um local plano de frente para uma parede, a cerca de cinco metros de distância. Se uma luz estiver mais alta do que outra, eles estão desalinhados.

Risco de multa:

Fique atento! É importante estar com as condições de iluminação adequadas, respeitar os motoristas que trafegam pelo lado contrário da pista e verificar sempre que possível, se não há lâmpadas danificadas, afinal, transitar com o farol desregulado ou com o facho de luz alta de forma a perturbar a visão de outro condutor é infração grave, que resulta em cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação e multa de R$ 195,23.

Saiba mais:

Cuidado com peças automotivas falsificadas:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/cuidado-com-pecas-automotivas-falsificadas/

Cuidados especiais com os faróis de xênon:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/cuidados-especiais-com-os-farois-de-xenon/

antifurto

Confira os principais tipos de antifurto veicular

Por: Gabriela Rabinovici

No Brasil, o número de veículos furtados e roubados aumenta todo ano. Além do perigo, motoristas encaram um prejuízo no bolso e muita dor de cabeça com fatores burocráticos. Para dificultar a ação de bandidos e aumentar a segurança, as montadoras investem cada vez mais em mecanismos antifurto. Conheça alguns deles:

- Alarmes:

O dispositivo emite um alto sinal sonoro quando há alguma movimentação diferente ao redor do veículo ou, por exemplo, uma abertura indevida de portas. O objetivo é chamar a atenção das pessoas, o que pode intimidar e dificultar a ação de ladrões.

- Bloqueadores:

Caso alguém invada seu carro e dê a partida, o bloqueador corta o funcionamento da bomba de combustível ou o fornecimento de corrente elétrica, fazendo com que o veículo pare de funcionar depois de poucos metros rodados.

- Localizadores:

Caso o veículo seja levado pelo ladrão, o localizador permite que o proprietário descubra o paradeiro do automóvel roubado. Uma empresa especializada em monitoramento veicular cobra uma taxa por esse serviço que inclui suporte para quando a central for acionada.

- Rastreadores:

Este tipo de proteção é mais completa. O rastreador é um sistema avançado que registra todos os movimentos e a trajetória do veículo. O proprietário pode acompanhar os deslocamentos do veículo em tempo real e acessar um histórico completo de sua movimentação desde que foi roubado. O rastreamento é feito por GPS.

- Travas para volante:

Consiste em um acessório que o motorista posiciona entre o volante e os pedais, impedindo o controle do veículo. Ele é afixado por chave ou código e, geralmente, ao visualizá-lo, o ladrão perde o interesse de executar o roubo pela dificuldade de remover a trava.

- Chaves codificadas:

Surgiu no mercado em 1995. Nela, há um dispositivo antifurto, conhecido como transponder que possui um código de identificação. Ao inserir a chave, a central identifica se o código corresponde e, em caso positivo, aciona o motor. Se o motorista perder a chave e quiser que o chaveiro faça uma cópia terá que apresentar o código correto, no entanto, o serviço é caro e, muitas vezes, demorado.

Fique por dentro:

Dicas ao trocar as rodas do carro por rodas esportivas:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/dicas-ao-trocar-as-rodas-do-carro-por-rodas-esportivas/

Cuidados necessários com a injeção eletrônica:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/cuidados-necessarios-com-a-injecao-eletronica/

carter

Protetor de cárter: quando usar?

Por: Gabriela Rabinovici

O cárter é o reservatório de óleo do motor e fica localizado na parte inferior do veículo. Sua função é armazenar e resfriar o óleo lubrificante. O protetor desse item evita que buracos, lombadas e pedras no caminho causem rachaduras no dispositivo, atrapalhando a lubrificação do motor e causando problemas na durabilidade e no funcionamento do propulsor.

O protetor de cárter é feito, geralmente, em aço carbono, que preserva ainda, o reservatório e itens da suspensão, caixa de câmbio, mangueiras, radiador, ar-condicionado, além de ajudar a reduzir o acúmulo de sujeira na parte inferior do motor, como lama, mato e terra.

No entanto, o item levanta algumas discussões sobre a sua importância e necessidade, isso porque é preciso ficar atento ao desenho da peça, já que ela pode reduzir o ângulo de passagem em lombadas e aumentar o peso do carro. Precisa ainda, ser fácil de colocar e de retirar para a eventual troca de óleo e o ideal é que tenha janelas de ventilação.

No Brasil, algumas marcas aconselham o uso do protetor, trazendo-o de fábrica, enquanto outras não instalam o suporte. Há ainda, marcas que investem em chassis e estruturas mais reforçadas, dispensando o acessório. Veículos off-road, por exemplo, geralmente têm o protetor, pois enfrentam obstáculos que podem danificar o cárter. Já carros que costumam trafegar pela cidade ou por estradas asfaltadas não contam com o item. No entanto, utilizá-lo ou não é uma escolha do proprietário.

Produto homologado:

Ao comprar a peça, lembre-se de escolher um protetor testado e homologado para que não interfira na dinâmica ou estabilidade do veículo. Preze pela peça original e com revenda autorizada e exija a nota fiscal do acessório.

Preço:

Em oficinas, o preço varia de R$ 25,00 a R$ 40,00, já em autorizadas, varia de R$ 40,00 a R$ 60,00, independentemente do modelo.

A Widmen é a mecânica de confiança indicada para a compra e instalação do protetor de cárter do seu carro.

Leia mais:

Itens que não podem faltar no carro:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/itens-que-nao-podem-faltar-no-carro/

Tipos de carrocerias dos carros. Qual é o ideal para você?

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/tipos-de-carrocerias-dos-carros-qual-o-ideal-para-voce/

tunel

Veja o que fazer se o carro enguiçar em ponte ou túnel

Por: Gabriela Rabinovici

Avarias no carro podem acontecer e pegar o motorista de surpresa, seja em trajetos curtos ou longas viagens, mas enguiçar em uma ponte ou túnel, por exemplo, pode gerar grande apreensão, já que esses locais geralmente são mal iluminados e dificilmente possuem acostamento.

Nesse caso, além do transtorno no trânsito, há perigo de ocorrer engavetamento ou outro tipo de acidente , por isso, ao se ver nesta situação, siga os procedimentos a seguir:

- Posicione-se na faixa da direita, assim que o carro apresentar sinais de pane;

- Desça sempre pela porta do carona, que fica do lado direito;

- Continue a sinalização do veículo, colocando o triângulo;

- Volte com segurança para próximo do veículo, olhando sempre o fluxo, para ver e ser visto;

- Nunca use o corpo para sinalizar;

- Fique a uma distância de cinco metros do veículo, para não que ele não seja projetado.

No caso do túnel valem as mesmas dicas.

Atenção!

Parar em viaduto, túnel ou ponte consta como infração média. A pane seca ou falta de combustível no carro, além de transtorno ao motorista também gera multa de R$ 130,16, quatro pontos na carteira e até a remoção do veículo. O prejuízo pode ser grande, resultando na queima da bomba de combustível, cujo conserto não é nada barato. Por isso, não deixe de conferir o nível.

Lembre-se que o risco de acidentes triplica em veículos sem manutenção e essa falta de cuidados coloca em risco a segurança de todos.

A Widmen possui equipe especializada para fazer todos os tipos de manutenção no seu carro. Vá até uma das cinco unidades localizadas no Rio de Janeiro e Niterói.

Saiba mais:

Dicas de manutenção preventiva:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/dicas-de-manutencao-preventiva/

A importância de manter a pressão ideal dos pneus:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/a-importancia-de-manter-a-pressao-ideal-dos-pneus/

embreagem

Dicas para preservar a embreagem do carro

Por: Gabriela Rabinovici

A embreagem faz parte do sistema de transmissão do veículo e fica localizada entre o motor e a caixa de câmbio do carro. Ela tem como principais funções colocar o veículo em movimento, facilitar o engate das marchas, interrompendo o fluxo da força entre o motor e a caixa de câmbio, proteger a transmissão e o motor contra sobrecargas, além de diminuir ruídos e desgastes dos componentes.

Para que haja durabilidade e eficiência do sistema é importante seguir as dicas abaixo:

- Saia sempre em primeira marcha:

Muitos motoristas saem de um engarrafamento ou parada em segunda marcha. Essa prática reduz a vida útil do disco de embreagem.

- Não acelere bruscamente:

Acelerar mais que o necessário provoca a fricção excessiva dos componentes, cheiro de queimado e a rápida deterioração do sistema de embreagem.

- Atenção às irregularidades da pista:

Ao se deparar com um buraco ou uma lombada, é necessário ter alguns cuidados, como reduzir a marcha antes do impacto. O ideal é colocar na marcha adequada e tirar o pé da embreagem.

- Não descanse o pé no pedal da embreagem:

Essa prática provoca o superaquecimento do sistema e afasta o platô do disco, gerando o lixamento do disco.

- Atenção ao parar em ladeiras:

Em ladeiras, não “segure” o carro na embreagem. Utilize o freio de mão para auxiliar no arranque.

- Cuidado com a sobrecarga:

Ao transportar peso acima do que o seu carro está homologado será preciso maior aderência do disco ao platô, gerando maior desgaste da embreagem.

- Aposte na manutenção preventiva:

Evite surpresas no trajeto! Com a revisão periódica, você garante que todas as peças do carro sejam verificadas e que tudo esteja em ordem para que o veículo tenha a melhor performance.

Problemas com a embreagem ou caixa de marchas? Procure uma oficina mecânica de confiança como a Widmen!

Saiba mais:

Conheça alguns itens obrigatórios inspecionados na vistoria:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/conheca-alguns-itens-obrigatorios-inspecionados-na-vistoria/

Dicas para manter os pneus sempre em dia:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/dicas-para-manter-os-pneus-sempre-em-dia/

trânsito

Confira 10 dicas de bom comportamento no trânsito

Por: Gabriela Rabinovici

Dirigir pelas grandes cidades pode ser cansativo e estressante, diante disso, muitos motoristas acabam sendo negligentes e imprudentes no trânsito, praticando infrações irresponsáveis e colocando a vida de diversas pessoas em risco.

Promover um trânsito mais seguro é dever de todos, por isso, selecionamos 10 dicas para você melhorar sua postura na direção e prever perigos na pista.

1 – Sem brigas e discussões:

Não participe de “bate-bocas” e desentendimentos no trânsito. Diante de situações desagradáveis, procure relaxar, sem perder a atenção.

2 – Respeite a sinalização:

As placas e sinais colocados nas vias tem a função de evitar situações perigosas. Respeitá-las é uma prática fundamental para garantir mais segurança. Não se esqueça também de utilizar as setas corretamente.

3 – Não utilize o celular:

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a combinação de celular e direção aumenta em quatro vezes o risco de um acidente no trânsito. Segundo o Código de Trânsito Brasileiro, dirigir falando ao celular, ainda que com fones de ouvido é infração média sujeita à multa. A atenção deve estar totalmente voltada ao tráfego.

4 – Não obstrua cruzamentos:

Fechar o cruzamento, sobretudo em horário de pico, deixa o trânsito ainda mais complicado. A prática atrapalha os outros condutores e é considerada uma infração média, que pode gerar multa e perda de pontos na carteira.

5 – Não dirija sob efeito de álcool ou drogas:

Ingerir bebida alcoólica ao dirigir aumenta e muito as chances de um acidente acontecer. Em uma colisão, a presença de 0,3 miligrama ou mais de álcool por litro de ar expelido já é considerado, pelo Código de Trânsito Brasileiro, infração gravíssima. Seja consciente!

6 – Use sempre o cinto de segurança:

O cinto é um acessório básico no veículo, mas muitas vezes negligenciado. O item é capaz de reduzir o risco de ferimentos fatais em até 50% para ocupantes do banco dianteiro e, em até 75% para ocupantes do banco traseiro. Utilize-o até mesmo em curtas distâncias.

7 – Não pare em vagas preferenciais ou em fila dupla:

“Roubar” vagas preferenciais de idosos, gestantes ou deficientes físicos é irregular e desrespeitoso! Parar ao lado do outro veículo que está parado corretamente, em fila dupla, causa obstrução parcial da via e também é considerada infração grave com multa e perda de cinco pontos na carteira.

8 – Dê passagem:

É seu direito andar em uma velocidade mais baixa. Mas não se esqueça de dar passagem para quem gosta de andar mais rápido. Lembre-se ainda que o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) considera infração gravíssima não dar passagem aos veículos precedidos de batedores, de socorro de incêndio e salvamento, de polícia, de operação e fiscalização de trânsito e às ambulâncias.

9 – Respeite os limites de velocidade:

Seja prudente! A velocidade da via é estipulada considerando o contexto local, o fluxo de carros, pedestres e o perímetro. Transite em velocidades compatíveis para não colocar em risco a vida de outras pessoas.

10 – Faça a manutenção periódica:

Para evitar surpresas desagradáveis no trânsito, não deixe de realizar a manutenção preventiva e a troca das peças no prazo estipulado no manual do proprietário.

A Widmen possui um moderno centro de reparos, com profissionais altamente qualificados para realizar a manutenção tanto em veículos nacionais quanto importados.

Leia mais:

Conheça os hábitos que desgastam seu carro:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/conheca-os-habitos-que-desgastam-o-seu-carro/

A importância de manter a pressão ideal dos pneus:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/a-importancia-de-manter-a-pressao-ideal-dos-pneus/

dirigindo à noite

5 dicas para dirigir à noite com segurança

Por: Gabriela Rabinovici

Dirigir em condições adversas de luz é um grande desafio para muitos motoristas. A falta de luminosidade aumenta os riscos no trânsito, já que à noite nosso campo de visão pode cair de 250 para 40 metros.

À noite, a iluminação de outros veículos, principalmente, os que vêm em direção contrária, pode ofuscar a visão do condutor, por isso, ao cruzar com outro carro com farol alto deve-se desviar a visão para alguma referência na pista da direita. Luzes dos faróis de carro que vêm atrás também podem refletir no retrovisor interno, então, nessa situação, é preciso ajustá-lo para desviar o facho de luz. À noite, a sonolência também é maior, por isso, é preciso redobrar a atenção!

Confira algumas dicas para ter mais segurança no trânsito à noite:

1 – Em primeiro lugar, é imprescindível estar com a manutenção do carro em dia para evitar surpresas à noite ou de madrugada. Calibre o pneu, verifique o estepe, a água e o combustível;

2 – Mantenha distância segura do carro da frente;

3 – Reduza a velocidade. Dessa forma, você ganha tempo para reagir a possíveis problemas;

4 – Se a visibilidade estiver baixa ou se faróis altos ofuscarem sua visão, guie-se pela faixa branca na lateral da via;

5 – Mantenha o foco na via. Lembre-se da existência de buracos, pedestres e ainda que animais podem cruzar a estrada repentinamente.

Atenção!

Dirigir com faróis desregulados é considerada infração grave, com multa de R$ 195,23 e cinco pontos na carteira. Não acender o farol baixo em túneis ou em situações adversas como chuva e neblina consta como infração média, com multa de R$ 130,16 e quatro pontos na carteira. Usar farol alto em vias com iluminação pública é considerada infração leve, com multa de R$ 88,38 e três pontos na carteira.

Pratique a direção defensiva e faça a manutenção periódica em uma das unidades da Widmen!

Saiba mais:

Buracos na rua: fique atento!

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/buracos-na-rua-fique-atento/

Dicas para estacionar em ladeira com segurança:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/dicas-para-estacionar-em-ladeira-com-seguranca/

buracos na via

Buracos na rua: fique atento!

Por: Gabriela Rabinovici

Diversas rodovias e ruas das cidades do Brasil se encontram em condições precárias, o que prejudica não só a fluidez no trânsito, mas também causa acidentes e danos significativos aos carros.

Perda de direção do veículo, freadas bruscas, pneus furados, trincas nas rodas, problemas mecânicos e capotamentos também não são incomuns, por isso, é preciso atenção redobrada ao trafegar por vias esburacadas.

Para aumentar a segurança, siga essas dicas:

- Evite distrações:

Conversar, usar o celular ou comer enquanto dirige é extremamente perigoso. Você pode ser surpreendido por um buraco na via e causar um acidente fatal.

- Cuidado com altas velocidades:

A região que está trafegando é esburacada? Então dirija devagar para evitar danos graves e acidentes.

- Desvie sempre que possível:

Quanto mais evitar os impactos, melhor. Ao dirigir em velocidade moderada, há a possibilidade de avistar os buracos e desviar no tempo certo.

- Não freie bruscamente:

Ao atravessar um buraco, o correto é desengatar a marcha e pisar na embreagem. Nunca pise no freio ao passar por um buraco, pois as rodas travam, aumentando o impacto interno.

- Atenção redobrada em dias de chuva:

Ruas alagadas podem esconder buracos enormes, sendo assim, fique atento e reduza a velocidade.

O pneu dura até 40% menos quando se trafega por asfaltos muito ásperos ou por obstáculos como buracos e paralelepípedos do que sobre o asfalto liso. Alta velocidade, acelerações, curvas e frenagens intensas também aceleram o desgaste.

Atenção!

Seu carro sofreu impacto severo ao passar por um buraco? Não deixe de fazer uma inspeção detalhada com um profissional especializado. Alguns motoristas ignoram os sinais e preferem continuar a trafegar com o carro avariado. Isso é perigoso e pode implicar na troca de todos os itens da suspensão.

Para garantir que o sistema de suspensão e seu conjunto de pneus esteja sempre em bom estado, faça a manutenção periódica dos itens na mecânica geral Widmen!

Saiba mais:

5 dicas para dirigir de forma mais sustentável:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/5-dicas-para-dirigir-de-forma-mais-sustentavel/

Setas do carro: dicas para utilizá-las corretamente:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/setas-do-carro-dicas-para-utiliza-las-corretamente/