Arquivo da tag: pneus pirelli

pneus-pirelli

Pirelli começará a testar os pneus de 18 polegadas de 2021

Por: Gabriela Rabinovici

Após renovar contrato de exclusividade com a Fórmula 1 até a temporada de 2023, a Pirelli revelou que vai começar a testar com os pneus de 18 polegadas para 2021 a partir do segundo semestre de 2019.

As novas rodas aro 18 são parte de uma grande mudança no regulamento que deve acontecer na Fórmula 1 em 2021. A fabricante italiana fará os testes com carros especiais que serão entregues às equipes.

A empresa acredita que os pneus deste perfil, que já são vistos no WEC e Fórmula E, possuem mais em comum com a tecnologia de carros de rua do que os atuais de 13 polegadas, o que seria melhor para fins de marketing.

De acordo com Mario Isola, chefe de automobilismo da Pirelli, o pneu de 2021 é o maior desafio da Pirelli na F1. “Desenvolver a nova borracha não é fácil e é por isso que queremos vários testes nesta temporada. Quando você está olhando para o desempenho dos carros, os pneus têm que ser bons instantaneamente. Se começarmos a testar na segunda metade da temporada, podemos analisar os dados durante o inverno e ajustar os pneus, se necessário.”

Isola declarou ainda que espera contar com dois carros diferentes para os experimentos, com o intuito de ter um parâmetro para comparações. O engenheiro explicou que o pontapé inicial para os testes precisa ser ainda este ano para que haja tempo hábil para modificações visando aos treinamentos no ano que vem, o último com o atual regulamento para os pneus.

“É muito importante, e considerando também o nível de desempenho dos carros, precisamos ter certeza de que estamos fornecendo um bom produto, e a partir do segundo semestre do ano também nos dá a oportunidade de ter o inverno para rever os testes e para fazer mudanças, se for necessário. Por exemplo, se você tem que mudar o perfil do pneu, você tem que fazer novos moldes, e isso leva tempo.”

Pneus de 2020:

A Pirelli também fará mais testes na primeira metade desta temporada, mas isso será apenas para os pneus do próximo ano.

Leia mais:

Conheça a tecnologia Seal Inside da Pirelli:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/conheca-a-tecnologia-seal-inside-dos-pneus-pirelli/

Saiba tudo sobre os pneus run flat Pirelli:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/saiba-tudo-sobre-os-pneus-run-flat-pirelli/

pirelli F1

Pirelli anuncia primeiras escolhas de pneus para 2019

Por: Gabriela Rabinovici

A Pirelli anunciou oficialmente as primeiras escolhas de pneus e os jogos de compostos obrigatórios que as equipes terão de usar nas primeiras provas da temporada de 2019 da Fórmula 1.

Será a primeira vez que a nova designação simplificada estará em vigor: duro, médio e macio. Existem agora apenas cinco tipos de pneus, em vez dos sete que estavam disponíveis anteriormente. Uma nova nomenclatura terá a letra C e a rigidez de cada composto, de C1 a C5, sendo C1 o pneu mais duro e C5 o mais macio.

Três das primeiras corridas usarão o C2, C3 e C4, na Austrália, China e Azerbaijão. Já no Bahrein serão usados os compostos mais duros: C1, C2 e C3.

Há um prazo de 14 semanas de antecedência para as corridas anunciarem a escolha e apenas oito para os eventos europeus. Assim, a próxima confirmação provavelmente será para o Canadá, em fevereiro, seguida pela Espanha.

Cores dos pneus:

Em 2019, existirão apenas três cores: branco, para os pneus mais duros do fim de semana, amarelo para os médios e vermelho para os macios. O diretor de corridas da Pirelli, Mario Isola, disse: “Queríamos eliminar o arco-íris, já que tínhamos muitas cores, então queríamos apenas três.”

Serão eles: C1, o mais macio, com o logotipo da empresa em cor branca; C2, ainda macio, branco e com um contorno circular; C3, o médio, será amarelo; C4, o duro, vermelho; e o C5, o mais duro e veloz, será sem o contorno circular.

Confira o calendário da F1 em 2019:

Data País Circuito Horário
17 de março Austrália Melbourne 02h10
31 de março Bahrein Sakhir 12h10
14 de abril China Xangai 03h10
28 de abril Azerbaijão Baku 09h10
12 de maio Espanha Barcelona 10h10
26 de maio Mônaco Monte Carlo 10h10
9 de junho Canadá Montreal 15h10
23 de junho França Paul Ricard 10h10
30 de junho Áustria Spielberg 10h10
14 de julho Inglaterra Silverstone 10h10
28 de julho Alemanha Hockenheim 10h10
4 de agosto Hungria Hungaroring 10h10
1º de setembro Bélgica Spa-Francorchamps 10h10
8 de setembro Itália Monza 10h10
22 de setembro Singapura Marina Bay 09h10
29 de setembro Rússia Sochi 08h10
13 de outubro Japão Suzuka 02h10
27 de outubro México Hermanos Rodriguez 16h10
3 de novembro EUA Austin 15h10
17 de novembro Brasil Interlagos 15h10
1º de dezembro Abu Dhabi Yas Marina 11h10

*O calendário pode sofrer alterações impostas pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

**A hora prevista para o início das corridas leva em conta os horários de verão do Brasil e dos países onde a prova será realizada.

Leia mais:

Conheça a tecnologia Seal Inside da Pirelli:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/conheca-a-tecnologia-seal-inside-dos-pneus-pirelli/

Saiba tudo sobre os pneus run flat Pirelli:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/saiba-tudo-sobre-os-pneus-run-flat-pirelli/

pirelli F1

Pirelli vai simplificar nomes de pneus da F1 em 2019

Por: Gabriela Rabinovici

A partir de 2019, as seleções de pneus da Pirelli para cada GP serão mencionadas de maneira simples. A marca italiana espera reduzir de sete para cinco os compostos disponíveis. Para haver menos confusão a nível de nomes, os pneus vão passar a ser designados por números, de 1 a 5, Assim, o pneu 1 é o antigo duro, 2 é o médio, 3 é o macio, 4 é o ultramacio e o 5 é o pneu hipermacio.

Os órgãos governamentais FIA e FOM pediram à Pirelli que simplificasse suas escolhas de nomes, visando um melhor entendimento dos fãs e espectadores sobre a dinâmica das corridas, já que a cada fim de semana um piloto é obrigado a usar os três tipos disponíveis, sendo dois deles na corrida.

Em 2019, existirão apenas três cores: branco, para os pneus mais duros do fim de semana, amarelo para os médios e vermelho para os macios. O diretor de corridas da Pirelli, Mario Isola, disse: “Queríamos eliminar o arco-íris, já que tínhamos muitas cores, então queríamos apenas três.”

Ele afirma ainda que “em um segundo nível, teremos os compostos A, B, C, D, E, F ou o que for, e diremos a você que para esta corrida o [pneu] duro é B, o médio é D e assim por diante. Para os espectadores provavelmente será mais compreensível, mas também terão a oportunidade de ir além com os detalhes técnicos que continuaremos a oferecer. É uma negociação em andamento, mas dissemos que estamos disponíveis para avaliá-la”, completou.

A Pirelli atualmente tem os hipermacios, ultramacios, supermacios, macios, médios, duro, superduro, intermediários e pneu de chuva, como parte de sua formação de compostos.

Versão de back-up:

A Pirelli informou ainda que o pneu ultramacio/4 tem uma versão de ‘back-up’, sendo, provavelmente, as equipes a definir se querem usar a versão que a Pirelli apresentou ou a segunda versão. Este pneu de reserva não tem cor atribuída.

Saiba mais:

Conheça a tecnologia Seal Inside da Pirelli:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/conheca-a-tecnologia-seal-inside-dos-pneus-pirelli/

Saiba tudo sobre os pneus run flat Pirelli:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/saiba-tudo-sobre-os-pneus-run-flat-pirelli/

pirelli-treadware

O que é o Treadwear do pneu?

Por: Gabriela Rabinovici

Verificar todos os itens periodicamente é uma forma econômica de manter o carro em bom estado de conservação. Os pneus, por exemplo, são uma das partes mais importantes do veículo. Eles têm influência direta no desempenho, segurança e no consumo de combustível. Além dos cuidados necessários com esses itens, é preciso saber qual a hora certa de trocá-los.

O Treadwear Indicator ou TWI é o indicador de durabilidade do pneu. Este índice corresponde à velocidade em que um pneu se desgasta. Para saber qual o índice do pneu do seu carro, basta verificar na lateral do item a inscrição “Treadwear”. Ao lado dela, deverá estar inscrito um número, que corresponde a quanto um pneu resiste.

Os valores variam de 60 a 700, sendo 100, o número de referência. Por exemplo, se o Treadwear do pneu é 200, significa que sua durabilidade equivale ao dobro que em um pneu normal. Portanto, quanto maior for o Treadwear, maior será a duração da peça. Na hora da compra, opte sempre por pneus com alto índice TreadWear.

Manutenção:

É preciso saber que esses valores não são absolutos, pois a durabilidade de um pneu também vai depender de fatores externos, condições da pista e hábitos de direção. Não deixe de fazer a manutenção periódica em uma mecânica especializada, assim o profissional além de analisar o nível de desgaste das peças, informa se é preciso fazer a troca completa do conjunto ou dos dois pneus do eixo traseiro.

Multa:

Rodar com os pneus carecas é arriscado e consta como infração grave, com multa de R$ 195,23 e cinco pontos na carteira.

Atenção!

Na hora da troca, lembre-se de escolher pneus de qualidade que atendam às especificações estabelecidas pelo fabricante do veículo.

A Widmen possui as melhores marcas de pneus do mercado e realiza todos os tipos de manutenção no seu carro. Esperamos você em uma das nossas cinco unidades localizadas no Rio de Janeiro e Niterói.

Saiba mais:

Pneus Run Flat: dicas de utilização:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/pneus-run-flat-dicas-de-utilizacao/

Dicas para a manutenção dos pneus do carro:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/dicas-para-a-manutencao-dos-pneus-do-carro/

pneu pirelli preto

Por que os pneus são pretos?

que muitos pensam, ele não é composto por apenas um tipo de material. Um pneu pode ser fabricado com mais de 15 tipos diferentes de borracha e cada uma tem uma função (dar firmeza, segurança, vedação etc).

À borracha pode ser adicionado enxofre, catalisadores, óleos, agentes antienvelhecimento, sílica e o negro de fumo. Este último é semelhante à fuligem e adicionado como um reforço para a borracha natural, influenciando também na sua coloração.

Fabricado industrialmente há quase 150 anos, no início, o negro de fumo era utilizado como pigmento no segmento de tintas, mas hoje, é especialmente utilizado na fabricação de pneus, sendo produzido em diferentes tipos e fornecendo diferentes tonalidades de preto.

Mas ele não é responsável somente por dar a cor preta ao pneu, sua utilização contribui para a durabilidade do item, aderência ao piso, resistência ao rolamento e equilíbrio de temperatura. No entanto, é a mistura com outros compostos que garante a qualidade e performance final do pneu. Vale citar que o negro de fumo responde, em média, por mais de 20% do peso do pneu.

É possível fabricar pneus coloridos?

Sim. Através da utilização de pigmentos e sílica, é possível obter pneus coloridos, como os que estão presentes em algumas bicicletas infantis. Mas por disfarçar melhor a sujeira, a preferência do público consumidor continua a ser o preto.

Dica:

O famoso “pretinho” é um produto complementar à limpeza e trata-se de uma solução usada para deixar os pneus do seu automóvel ainda mais pretos, com aparência de novo, sem sujeira. Alguns desses produtos prometem ainda conservar a borracha devido à uma camada protetora que evita o ressecamento do material.

A Widmen possui grande variedade de pneus Pirelli de alta qualidade para diferentes tipos de veículos.

Leia mais:

Conheça as características de cada pneu:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/conheca-as-caracteristicas-de-cada-pneu/

Dicas para a manutenção dos pneus do carro:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/dicas-para-a-manutencao-dos-pneus-do-carro/

pirelli-fabrica

Saiba mais sobre o processo de fabricação de pneus

Por: Gabriela Rabinovici

Pneus são fabricados para rodarem por milhares de quilômetros em diferentes tipos de pista. Eles suportam a carga, amortecem, atuam na frenagem e transmitem força na tração. O que muitos não sabem é que o item não é composto apenas por um tipo de material.

Um pneu pode ser fabricado com mais de 15 tipos diferentes de borracha e cada uma tem uma função (dar firmeza, segurança, vedação etc). À borracha pode ser adicionado enxofre, catalisadores, óleos, agentes antienvelhecimento, negro de fumo e até sílica. O item inclui ainda camadas de poliéster, náilon e aço.

As partes do pneu como lona têxtil e as lonas de aço são emborrachadas por um processo chamado calandragem, o talão é produzido nas isoladoras e os demais componentes também são preparados separadamente antes de serem agrupados numa máquina de construção especial. Na montagem final são aplicadas então, as lonas de aço e a banda de rodagem, previamente cortadas, resultando no pneu tal como conhecemos.

Vale mencionar que o item é inspecionado manualmente por profissionais e por máquinas especializadas. Além da superfície, é verificado o seu interior através de raios-X. Depois da checagem, as primeiras unidades são testadas nos protótipos do veículo que será lançado.

Curiosidade:

Os “pelinhos” presentes na banda de rodagem dos pneus consistem no excesso de borracha que escorre do molde quando o pneu é fabricado e não influenciam no desempenho do item.

Composição dos pneus eco-friendly:

Fazer uso de materiais eco-friendly é uma maneira de diminuir os gastos e o impacto ambiental. Os chamados pneus “verdes” são fabricados com materiais derivados do petróleo e sílica, proveniente da areia, que reduzem o consumo e a emissão de poluentes. Isso acontece, porque tais materiais minimizam a temperatura, ocasionando menor desgaste e exigindo menos do motor.

A Widmen possui grande variedade de pneus Pirelli de alta qualidade para diferentes tipos de veículos.

Leia mais:

Conheça as características de cada pneu:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/conheca-as-caracteristicas-de-cada-pneu/

Dicas para a manutenção dos pneus do carro:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/dicas-para-a-manutencao-dos-pneus-do-carro/

caixa de som pirelli

Pirelli lança caixa de som bluetooth em forma de pneu

Por: Gabriela Rabinovici

A Pirelli é sinônimo de pioneirismo, inovação, pesquisa e novas tecnologias. No Centro de Pesquisa e Desenvolvimento brasileiro, existem cerca de 190 colaboradores, a maioria com formação em engenharia, que respondem pelo desenvolvimento de novos pneus para toda a América Latina e também de produtos exportados para Estados Unidos, Europa e Japão.

São diversos projetos inovadores em andamento que podem ajudar a empresa a desenvolver importantes diferenciais competitivos tanto em produtos quanto em matérias-primas. Por ano, mais de 30 mil pneus são testados na unidade e cerca de 50 modelos homologados pelas montadoras instaladas no país.

E para quem é entusiasta de carros e, principalmente de Fórmula 1, vai adorar a caixa de som bluetooth em forma de um pneu que foi desenvolvida em parceria com a IXOOST, empresa italiana especializada em áudio.

O aparelho é uma mini-réplica de um pneu de Fórmula 1, modelo de metade do tamanho para testes aerodinâmicos de túnel de vento e se chama Pirelli P Zero Sound. Ele se conecta com excelente qualidade a telefones, tablets e outros dispositivos via Bluetooth para reprodução de música e é composto por um poderoso amplificador com um processador de sinal digital de 100 watts, além de ser equipado com um midwoofer de 100 milímetros, bem como um tweeter de seda de 25 milímetros, medindo 12,9 polegadas de diâmetro e pesando 9,5 quilos.

Preço e site para compra:

O gadget está disponível em nove cores diferentes (pneus pretos e gráficos em rosa, laranja, roxo, vermelho, verde, branco, azul ou azul gelado), pensadas para combinar com qualquer decoração. Há também, algumas escolhas entre os degraus dos pneus duros, intermediários e macios, no entanto, ela custa mais do que um verdadeiro pneu Pirelli, 2.400 euros. Infelizmente, o alto-falante não está disponível no Brasil, mas pode ser comprado online pelo site: https://goo.gl/bw3RZZ.

Leia mais:

Saiba mais sobre o pneu P7 Pirelli:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/saiba-mais-sobre-o-pneu-p7-pirelli/

Pirelli: os melhores pneus para SUVs off-road:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/pirelli-os-melhores-pneus-para-suvs-off-road/

centro de pesquisa

Conheça o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da Pirelli

Por: Gabriela Rabinovici

A Pirelli é sinônimo de pioneirismo, inovação, pesquisa e novas tecnologias. A marca foi fundada em 28 de janeiro de 1872 por Giovanni Battista Pirelli em Milão, na Itália e, no Brasil, começou a atuar em 1929, com a aquisição da Conac, uma pequena fábrica de condutores elétricos instalada na cidade de Santo André, em São Paulo.

É nesta cidade também, que hoje, está localizado um dos mais importantes Centros de Pesquisa e Desenvolvimento da Pirelli, onde são aplicadas as mais avançadas tecnologias na produção de pneus. A unidade brasileira é o segundo maior centro de P&D da Pirelli no mundo, atrás da unidade de Milão.

No Centro de Pesquisa e Desenvolvimento brasileiro, existem cerca de 190 colaboradores, a maioria com formação em engenharia, que respondem pelo desenvolvimento de novos pneus para toda a América Latina e também de produtos exportados para Estados Unidos, Europa e Japão. São diversos projetos inovadores em andamento que podem ajudar a empresa a desenvolver importantes diferenciais competitivos tanto em produtos quanto em matérias-primas.

Por ano, mais de 30 mil pneus são testados na unidade e cerca de 50 modelos homologados pelas montadoras instaladas no país. O centro de Santo André é especializado em todas as linhas de pneus (carros, caminhões, motocicletas, fora de estrada e agrícolas), sendo o único entre as oito unidades globais de pesquisa da companhia que projeta novos modelos para tratores e implementos agrícolas.

Laboratório ao ar livre para testes de pneus

O Campo Provas Pneus Pirelli, em Sumaré, completa a excelência do polo de Santo André. O Campo se estende em uma área de 200 mil metros quadrados e se tornou ponto de referência para os testes de pneus e veículos de todos os segmentos (auto, moto, veículos agrícolas e industriais, SUV, etc).

O centro de P&D de Santo André, bem como as cinco fábricas brasileiras – em Santo André, Sumaré, Campinas, Feira de Santana (BA) e Gravataí (RS) –, possui papel de destaque na organização porque a operação na América do Sul representa mais de um terço do faturamento mundial da Pirelli.

Saiba mais:

Sistema Pirelli Connesso permitirá conectar pneus ao iPhone:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/sistema-pirelli-connesso-permitira-conectar-pneus-ao-iphone/

Conheça a tecnologia Seal Inside da Pirelli:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/conheca-a-tecnologia-seal-inside-dos-pneus-pirelli/