Arquivo da tag: óleo

Dicas para uma troca de óleo eficaz

O óleo é responsável pela lubrificação e proteção das partes móveis, reduzindo o atrito e evitando o desgaste das peças do motor antes do tempo.

O produto ainda tem como funções limpar e refrigerar as peças do veículo, melhorando seu desempenho e otimizando o consumo de combustível.

A troca do óleo é recomendada de acordo com o total de quilômetros rodados, mas estar de olho na qualidade e níveis do óleo auxiliam na prevenção de danos no carro.

Para evitar corrosão no sistema, trepidações, gastos excessivos com combustível e, em casos mais graves, a fundição do motor, atente para essas dicas:

– Verifique o nível de óleo, pelo menos, uma vez a cada 15 dias. A checagem deve ser feita em local plano com o motor do carro frio, cerca de 10 minutos depois de desligá-lo.

– Nunca coloque mais óleo no reservatório do que o indicado, pois pode ocorrer aumento da pressão interna e vazamentos. De menos, haverá a falta de lubrificação.

– Troque o filtro do óleo quando necessário. Muitas montadoras indicam a troca do filtro sempre junto com a do óleo ou a cada duas trocas.

– Utilize sempre lubrificantes de qualidade e que tenham as mesmas especificações indicadas no manual do fabricante.

Atenção: Evite usar aditivos avulsos. Ao misturar este tipo de produto ao óleo, a formulação fica desequilibrada, ocasionando borra e até a lubrificação ineficiente do motor. Muitos óleos já vêm aditivados, mas siga sempre a especificação que consta no manual do proprietário.

Onde fazer a troca de óleo?

A oficina mecânica especializada Widmen é a mais indicada para realizar a troca do óleo do seu carro. O serviço é realizado de forma computadorizada, mostrando o funcionamento do motor e a indicação correta do óleo.

Por que trocar o óleo conosco?

– Pague somente pelo que consumir, sem desperdício!

– Marcas usadas nas maiores competições motorizadas do planeta.

– Seguimos as normas das montadoras.

– Profissionais capacitados nos padrões internacionais.

– Rigoroso controle de qualidade.

– Garantia exclusiva Widmen.

Vá até uma das nossas seis unidades: Recreio, Barra, Botafogo, Tijuca, Niterói ou Jacarepaguá.

Leia mais:

Entenda a cor do óleo do motor:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/entenda-a-cor-do-oleo-do-motor/

Saiba tudo sobre lubrificantes automotivos:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/saiba-tudo-sobre-lubrificantes-automotivos/

troca de óleo

Troca de óleo do motor: dicas para não errar

Por: Gabriela Rabinovici

O óleo é responsável por lubrificar as peças do veículo, aumentando a vida útil do motor. Ele também limpa e refrigera os itens, garantindo o bom funcionamento do carro como um todo.

Com tantas funções importantes, ele deve ser utilizado de forma correta, pois a lubrificação errada pode resultar na redução da performance do veículo, no aumento no consumo de combustível e até mesmo na fundição do motor.

Veja a forma correta de proceder com a troca de óleo:

– Fique de olho na luz do painel. Se ele acender significa que o nível de óleo está baixo;

– Geralmente, o óleo do motor baixa até 1 litro a cada mil quilômetros rodados, por isso, verifique o nível a cada 15 dias;

– O ideal é fazer a leitura da vareta com o motor frio e em lugar plano;

– Não limpe a vareta com estopa. O tecido pode deixar resíduos do óleo antigo contaminarem o novo lubrificante. Opte sempre por usar papel absorvente para limpar a vareta durante a troca do lubrificante;

– Óleo preto não significa que o lubrificante está em más condições de uso e sim que está cumprindo o seu papel de forma eficiente;

– Nunca coloque mais óleo no reservatório do que o indicado, pois pode ocorrer aumento da pressão interna e vazamentos;

– Os fabricantes de óleo não recomendam adicionar aditivos ao óleo;

– Utilize lubrificantes que tenham a mesma base. É possível misturar lubrificantes de marcas diferentes, desde que tenham a mesma base (sintético, semissintético ou mineral), viscosidade e grau API e SAE. Caso contrário, a eficiência da lubrificação é prejudicada e gera sérios riscos ao motor;

– Troque o filtro do óleo quando necessário. Muitas montadoras indicam a troca do filtro sempre junto com a do óleo.

A oficina mecânica geral Widmen trabalha com as melhores marcas de lubrificantes automotivos do mercado e possui equipe apta a realizar a troca de óleo com qualidade e eficiência.

Leia mais:

Saiba mais sobre a mistura de óleo sintético e mineral:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/saiba-mais-sobre-a-mistura-entre-oleo-sintetico-e-mineral/

Baixa potência: conheça os principais motivos:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/baixa-potencia-conheca-os-principais-motivos/

motor

Óleo de motor: qual o prazo de troca de cada tipo?

Por: Gabriela Rabinovici

Os óleos lubrificantes para motores automotivos têm como principais funções proteger, resfriar, lubrificar e reduzir o atrito entre as peças móveis, melhorando o desempenho, otimizando o consumo de combustível e prevenindo uma série de problemas no veículo.

Eles podem ser do tipo mineral, semissintético ou sintético e é preciso atenção para não errar no momento da troca ou substituição, afinal, o óleo vence e, se não for trocado no tempo certo, pode causar danos em peças importantes do sistema.

Muitas pessoas afirmam que a troca do óleo mineral é aos 5 mil km, do óleo semissintético é aos 7.500 km e do sintético aos 10 mil km, mas essa informação não confere. A troca deve ser feita de acordo com a recomendação do manual do proprietário.

Atenção especial ao filtro do óleo:

O filtro é responsável por filtrar as impurezas de metal geradas pelo atrito entre as peças móveis do motor, além de resíduos gerados pela combustão. Ele precisa ser trocado juntamente com o óleo, do contrário, as impurezas se acumulam e podem danificar peças importantes do motor como válvulas, cilindros, anéis e pistões.

Dicas:

Óleo preto não é sinônimo de velho. Significa que está lubrificando corretamente, evitando que as impurezas que ultrapassaram o filtro de óleo não sejam depositadas no motor;

– Geralmente, o óleo do motor baixa até 1 litro a cada mil quilômetros rodados;

– Atenção à luz no painel que indica que o nível de óleo está baixo;

– Não utilize aditivos no óleo, pois a formulação fica desiquilibrada, ocasionando borra e até a lubrificação ineficiente do motor. Muitos óleos já vêm aditivados, mas siga sempre a especificação que consta no manual do proprietário.

A mecânica geral Widmen trabalha com as melhores marcas de lubrificantes automotivos do mercado e possui equipe apta a realizar a troca de óleo com qualidade e eficiência.

Fique por dentro:

Entenda a cor do óleo do motor:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/entenda-a-cor-do-oleo-do-motor/

Saiba identificar os principais sinais de problemas no carro:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/saiba-identificar-os-principais-sinais-de-problemas-no-carro/

oleo cambio

Confira como as principais marcas pedem a troca de óleo do câmbio automático

Por: Gabriela Rabinovici

O óleo do câmbio é fundamental para o bom funcionamento do sistema de transmissão. Conhecido também como fluido de transmissão, ele tem entre suas funções: proteger as peças internas contra a corrosão e o desgaste precoce, minimizar os efeitos do atrito entre as partes móveis, limpar e refrigerar o sistema, além de atuar como fluido hidráulico, transmitindo torque e realizando a manobra de peças internas do sistema.

Cada automóvel possui um tipo específico de óleo indicado pela montadora e é ela que indica também como essa troca deve ser feita. Saiba como as principais marcas pedem para realizar o procedimento:

Fiat/Jeep:

Ambas as marcas informam que não há necessidade de troca de óleo do câmbio automático. Mas é sempre bom verificar com seu mecânico de confiança.

Volkswagen:

O câmbio de dupla embreagem DSG necessita de troca do óleo a cada 60.000 km ou três anos.

Renault:

Não há indicação de necessidade de troca de óleo do câmbio automático, mas é recomendada a verificação do nível do óleo e seu estado de conservação a cada 20.000 km ou um ano no caso do CVT e do automatizado Easy’R.

Chevrolet:

Conta com plano de manutenção com troca de óleo do câmbio automático para seus carros em caso de uso severo, sendo essa aos 80.000 km.

Honda:

No CVT, a complementação do óleo é feita a cada 40.000 km. Caso não alcance os 40.000 km, em dois anos, será preciso fazer esse serviço na rede autorizada pelo tempo.

Toyota:

Os planos de manutenção do manual indicam inspeção a cada 20.000 km.

Nissan:

A cada 10.000 km deve ser feita a verificação do nível e se há ocorrência de vazamento. Não há troca de óleo de câmbio automático.

Hyundai:

De acordo com o manual do proprietário, dispensa a necessidade de troca e de inspeção. Indicamos a verificação com seu mecânico.

Ford:

Também é livre de troca de óleo do câmbio automático. Mas é sempre bom verificar.

Para completar o nível ou fazer a troca por um óleo de qualidade, vá até uma mecânica de confiança. A Widmen trabalha com as melhores marcas de lubrificantes automotivos do mercado e possui equipe apta a realizar a troca com qualidade e eficiência.

Saiba mais:

As consequências do excesso de óleo no motor:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/as-consequencias-do-excesso-de-oleo-no-motor/

Saiba mais sobre a mistura entre óleo sintético e mineral:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/saiba-mais-sobre-a-mistura-entre-oleo-sintetico-e-mineral/

motor

5 mitos sobre a troca de óleo do motor

Por: Gabriela Rabinovici

O óleo do motor tem como principais funções proteger, resfriar, lubrificar e reduzir o atrito entre as peças móveis, melhorando o desempenho, otimizando o consumo de combustível e prevenindo uma série de problemas no veículo.

Os óleos não são todos iguais, há diferenças na viscosidade e nível de desempenho do lubrificante e cada modelo de carro possui uma especificação que deve ser seguida, sempre descrita no manual do proprietário.

Para manter o motor do carro funcionando muito bem e por muito mais tempo, atente para esses 5 mitos:

1 – O nível do óleo não precisa ser checado

MITO! O óleo do motor costuma baixar até 1 litro a cada mil quilômetros rodados. A recomendação é que o nível do lubrificante seja verificado a cada 15 dias ou, pelo menos, a cada mês e trocado, em média, a cada 10 mil quilômetros. Lembre-se que o ideal é fazer a leitura da vareta com o motor frio e em lugar plano.

2 – O filtro não precisa ser substituído a cada troca de óleo

MITO! A recomendação geral é realizar a troca de óleo e filtro juntos, já que o segundo impede a circulação de impurezas no motor. Lembre-se que tanto o filtro quanto o óleo precisam ser substituídos por marcas com as mesmas especificações do original.

3 – O óleo do motor pode ser usado por muitos anos

MITO! Óleo preto não é sinônimo de velho. Significa que está lubrificando corretamente, evitando que as impurezas que ultrapassaram o filtro de óleo não sejam depositadas no motor. Entretanto, o óleo vence e, se não for trocado no tempo certo, pode causar danos em peças importantes do sistema.

4 – Quem trafega só na cidade deve realizar a troca de óleo com frequência normal

MITO! Ao trafegar por trechos urbanos, há grande variação de rotações, de carga e de temperatura, que exigem mais do motor e também do lubrificante, sendo assim, a troca do óleo deverá ser feita com maior frequência.

5 – É recomendado utilizar aditivos avulsos

MITO! Ao misturar este tipo de produto ao óleo, a formulação fica desiquilibrada, ocasionando borra e até a lubrificação ineficiente do motor. Muitos óleos já vêm aditivados, mas siga sempre a especificação que consta no manual do proprietário.

A Widmen possui os melhores lubrificantes do mercado e equipe especializada para realizar a troca com eficiência.

Leia mais:

Saiba mais sobre a mistura de óleo sintético e mineral:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/saiba-mais-sobre-a-mistura-entre-oleo-sintetico-e-mineral/

Falhas no motor do carro: conheça as principais causas:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/falhas-no-motor-do-carro-conheca-as-principais-causas/

troca de oleo

5 cuidados essenciais com o óleo do motor

Por: Gabriela Rabinovici

Os óleos lubrificantes para motores automotivos podem ser do tipo mineral, semissintético ou sintético. Eles têm como principais funções proteger, resfriar, lubrificar e reduzir o atrito entre as peças móveis, melhorando o desempenho, otimizando o consumo de combustível e prevenindo uma série de problemas no veículo.

Para manter o motor do carro funcionando muito bem e por muito mais tempo, siga essas dicas de cuidados com o óleo:

1 – Utilize o óleo especificado pelo fabricante

Os óleos não são todos iguais, há diferenças na viscosidade e nível de desempenho do lubrificante e cada modelo de carro possui uma especificação que deve ser seguida, sempre descrita no manual do proprietário. Não deixe de conferir!

2 – Verifique periodicamente o nível do óleo

O óleo do motor costuma baixar até 1 litro a cada mil quilômetros rodados. A recomendação é que o nível do lubrificante seja verificado a cada 15 dias ou, pelo menos, a cada mês. Lembre-se que o ideal é fazer a leitura da vareta com o motor frio e em lugar plano.

3 – Faça a troca do óleo no tempo certo

O óleo vence e, se não for trocado no tempo certo, pode causar danos em peças importantes do sistema. Entretanto, óleo preto não é sinônimo de velho. Significa que está lubrificando corretamente, evitando que as impurezas que ultrapassaram o filtro de óleo não sejam depositadas no motor. A recomendação é que ele seja trocado a cada 10 mil quilômetros (conforme a marca).

4 – Atenção especial ao filtro do óleo

Ele é responsável por filtrar as impurezas de metal geradas pelo atrito entre as peças móveis do motor, além de resíduos gerados pela combustão. Ele precisa ser trocado a cada 10 ou 15 mil quilômetros, juntamente com o óleo, do contrário, as impurezas se acumulam e podem danificar peças importantes do motor como válvulas, cilindros, anéis e pistões.

5 – Evite usar aditivos avulsos

Ao misturar este tipo de produto ao óleo, a formulação fica desequilibrada, ocasionando borra e até a lubrificação ineficiente do motor. Muitos óleos já vêm aditivados, mas siga sempre a especificação que consta no manual do proprietário.

A oficina mecânica geral Widmen trabalha com as melhores marcas de lubrificantes automotivos do mercado e possui equipe apta a realizar a troca de óleo com qualidade e eficiência.

Fique por dentro:

Entenda a cor do óleo do motor:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/entenda-a-cor-do-oleo-do-motor/

Saiba tudo sobre lubrificantes automotivos:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/saiba-tudo-sobre-lubrificantes-automotivos/