Arquivo da tag: desgaste pneu

Bolha no pneu: E agora? Tem conserto?

Os pneus são uma das partes mais importantes do carro. Eles têm influência direta no desempenho, segurança e no consumo de combustível.

Em primeiro lugar, é importante saber que todos os pneus têm cinco anos de garantia das fabricantes contra problemas de fabricação. Ela começa a contar a partir da data de compra (nota fiscal) ou cinco anos da data de fabricação na falta deste.

Geralmente, recomenda-se usar os pneus por, no máximo, 10 anos, no entanto, as condições de uso e o contato frequente com as irregularidades do solo podem acelerar o desgaste dos itens.

É aí que podem surgir as bolhas na lateral do pneu (chamadas também de “barrigas de pneu”), tornando-o instável e com risco de estourar, ou seja, uma bomba relógio!

Como a bolha se forma?

Quando o pneu se choca com um buraco, por exemplo, a estrutura interna metálica do objeto se rompe, fazendo com que a pressão do ar empurre a borracha para fora, formando assim, a bolha (ou barriga).

As bolhas também podem surgir se os talões forem danificados durante o processo de montagem dos pneus, ou se você manter a calibragem mais baixa do que a recomendada pelo fabricante.

Vale lembrar que este tipo de deformação pode aparecer até em pneus novos e não está na garantia do veículo!

Atenção:

– Caso não tenha como trocá-lo imediatamente, a recomendação de urgência, é que o pneu com bolha seja colocado na parte dianteira do veículo, pois assim o motorista poderá corrigir a direção caso o pneu estoure repentinamente.

– Nunca aceite realizar serviços duvidosos, como a vulcanização (recuperação de pneus cortados) e o uso de pneus recondicionados. Preze sempre pela sua segurança e a dos demais passageiros.

O problema não tem conserto! A solução mais segura é substituir o pneu avariado por um original de marca reconhecida.

Vantagens de trocar o pneu na Widmen:

– Rodízio grátis;

– Rigoroso controle de qualidade;

– Pneus que atendem todas as necessidades do veículo, com alta durabilidade, performance e que valorizam a praticidade e economia.

– Todas as soluções para as condições de ruas e estradas.

Leia mais:

Pneus: dicas para melhorar a aderência ao solo:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/pneus-dicas-para-melhorar-a-aderencia-ao-solo/

Aprenda a ler as marcações de um pneu:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/aprenda-a-ler-as-marcacoes-de-um-pneu/

widmen_pneuspirelli

A importância de manter os pneus em dia

Por: Gabriela Rabinovici

Pneus são os únicos itens de contato direto com o solo e precisam de cuidados especiais para que forneçam o conforto e a segurança necessários durante toda sua vida útil.

Para começar, é muito importante adquirir pneus de marcas de qualidade, que possuam boa durabilidade e que sejam compatíveis com o modelo do carro e que estejam de acordo com o manual do proprietário.

Para evitar o desgaste acentuado é fundamental prestar atenção na validade dos pneus, ter cuidados com a calibragem, alinhamento e balanceamento e observar os sulcos, afinal, a legislação brasileira estabelece que eles tenham, no mínimo, 1,6 milímetros de profundidade para que o motorista trafegue sem riscos.

Lembre-se que pneus gastos requerem maior distância de frenagem em pistas molhadas, além de poder provocar aquaplanagem em altas velocidades. A distância de frenagem de um pneu gasto comparado com um pneu novo, trafegando em superfície molhada, numa velocidade de 50 km/h é de 10 metros a mais.

Siga também essas dicas:

– Não use pneus remold;

– Faça o rodízio periódico para equilibrar o desgaste e prevenir danos;

– Lubrifique as porcas dos pneus. Isso facilita a troca e evita a ferrugem;

– Evite a sobrecarga. Circule com a quantidade de peso dentro dos limites que o fabricante sugere. Um pneu com sobrecarga de 30%, leva a uma perda média de 40% na sua vida útil, além de elevar o consumo de combustível e danificar peças importantes;

– Evite pistas esburacadas ou utilize pneus apropriados para este tipo de terreno, do contrário causará problemas na suspensão do veículo e o desgaste prematuro dos pneus;

– Compre pneus de qualidade assegurados pelo INMETRO.

Manutenção:

O ideal é que a manutenção periódica seja feita a cada 10 mil quilômetros para analisar as condições gerais dos itens.

Vá até a mecânica geral Widmen e realize o check-up completo dos pneus do seu carro.

Fique por dentro:

Conheça o Profundímetro da Widmen:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/conheca-o-profundimetro-da-widmen/

Dicas ao trocar as rodas do carro por rodas esportivas:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/dicas-ao-trocar-as-rodas-do-carro-por-rodas-esportivas/

pneu chines

Pneus importados têm vida útil reduzida?

Por: Gabriela Rabinovici

Segundo a ANIP (Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos), cerca de 40% do mercado brasileiro é dominado hoje por produtos importados. As vendas de pneus importados não suprem apenas à reposição para veículos de passeio. Segmentos de transporte de carga e passageiros (caminhões e ônibus) e veículos e máquinas usadas na construção civil, agronegócio, mineração e manutenção industrial também têm participação.

Vale mencionar ainda que as vendas desses itens não se limitam apenas às lojas especializadas. Lojas virtuais e e-commerces também têm apostado nesses produtos. Uma das razões para este crescimento nas vendas é a expansão do mercado chinês, devido ao seu preço bem mais baixo (a diferença de preços para as marcas nacionais pode chegar a 35%), aliado ao aumento dos preços dos produtos fabricados internamente.

Muitos especialistas afirmam que os pneus importados não representam risco à segurança dos ocupantes do carro, já que possuem a mesma medida e especificações de um pneu original, no entanto, a falta de garantia local, a carência de peças para reposição e a menor resistência são fatores que devem ser levados em conta na hora da compra. Afinal, eles não têm a durabilidade de um pneu original de fábrica escolhido pela montadora para oferecer mais tecnologia, qualidade e desempenho.

Mesmo assim resolveu comprar um pneu importado?

Então não deixe de verificar o histórico da marca e se há suporte e garantia do fornecedor.

Dicas para aumentar a durabilidade:

Acompanhe regularmente o desempenho do pneu importado durante o uso. Lembre-se de avaliar suas necessidades e escolher sempre o modelo mais adequado, seguindo as especificações presentes no manual do proprietário.

Além disso, mantenha-os calibrados e faça o rodízio periodicamente. Isso é essencial para aumentar a durabilidade das peças e fazer valer a pena o investimento de qualquer tipo de pneu.

Caso procure pneus originais de fábrica como um pneu Pirelli, por exemplo, venha para a Widmen.

Fique por dentro:

Saiba tudo sobre os pneus run flat Pirelli:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/saiba-tudo-sobre-os-pneus-run-flat-pirelli/

Conheça o pneu Cinturato P7 Pirelli:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/conheca-o-pneu-cinturato-p7-pirelli/

pneu careca

Evite multa por pneu careca

Por: Gabriela Rabinovici

O uso dos pneus é recomendado por, no máximo, 10 anos, no entanto, a maneira como eles são utilizados e o contato frequente com as irregularidades do solo podem acelerar o desgaste dos itens.

O artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) considera infração conduzir o veículo “em mau estado de conservação, comprometendo a segurança, ou reprovado na avaliação de inspeção de segurança e de emissão de poluentes e ruído”.

Trafegar com os pneus carecas é arriscado e consta como infração grave, com multa de R$ 195,23 e cinco pontos na carteira. É importante citar que é proibido conduzir o veículo “sem equipamento obrigatório ou estando este ineficiente ou inoperante”. Isso inclui o estepe, que além de não poder estar careca, também deve estar cheio e em perfeitas condições de uso a qualquer momento.

Por isso, é essencial verificar frequentemente a presença de rasgos, bolhas, ressecamento e do Tread Wear Indicator (TWI) que significa Indicador de Desgaste do Piso. Ele consiste em filetes de borracha localizados na banda de rodagem, sinalizados como “TWI” ou com o formato de um triângulo. Quando o desgaste atingir essas marcações deve-se trocar os pneus.

Verifique se os sulcos estão dentro do limite de segurança estabelecido pela legislação brasileira, de 1,6 mm de profundidade, do contrário, o veículo perde estabilidade, estando suscetível a aquaplanagem e acidentes.

Dica extra:

Quando for trocar o pneu careca por um novo, deixe-o com o revendedor. Ele é o responsável por encaminhar esse pneu que não tem mais uso para a destinação final ambientalmente correta.

Outra opção é encaminhar o pneu a um dos mil pontos de coleta de pneus inservíveis disponibilizados pela Reciclanip em todo o Brasil. Confira os telefones dos pontos de coleta pelo site: https://goo.gl/8SgNij

Atenção!

Lembre-se que fazer a manutenção regular garante maior durabilidade, estabilidade e segurança. Não se esqueça da calibragem, alinhamento, balanceamento, rodízio e substituição no prazo indicado.

Na hora da troca, escolha pneus de qualidade que atendam às especificações estabelecidas pelo fabricante do veículo.

A Widmen possui as melhores marcas de pneus do mercado e realiza todos os tipos de manutenção no seu carro. Esperamos você em uma das nossas cinco unidades localizadas no Rio de Janeiro e Niterói.

Leia mais:

Dicas de manutenção preventiva:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/dicas-de-manutencao-preventiva/

A importância de manter a pressão ideal dos pneus:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/a-importancia-de-manter-a-pressao-ideal-dos-pneus/

Pirelli-Nero-GT

Dicas para medir a vida útil do pneu

Por: Gabriela Rabinovici

Verificar todos os itens periodicamente é uma forma econômica de manter o carro em bom estado de conservação. Os pneus, por exemplo, são uma das partes mais importantes do veículo. Eles têm influência direta no desempenho, segurança e no consumo de combustível. Além dos cuidados necessários com esses itens, é preciso saber qual a hora certa de trocá-los.

Aprenda a verificar de forma rápida e prática o sulco mínimo do pneu e garanta mais segurança no trânsito.

Em primeiro lugar é necessário saber que quanto mais profundos forem os sulcos, melhor será a drenagem da água, por isso, observe o fundo dos sulcos, pois lá está o Tread Wear Indicator (TWI) ou Indicador de Desgaste de Piso.

Quando o desgaste atingir essa marcação deve-se trocar os pneus. A espessura mínima do sulco é de 1,6 milímetro. E para medi-lo basta uma moeda de 1 real ou um palito de fósforo.

Coloque a moeda no sulco do pneu. Se o anel dourado da moeda desaparecer, o motorista pode rodar sem problemas. Caso contrário, os pneus devem ser trocados imediatamente. Já com o palito de fósforo, vale saber que a parte de pólvora corresponde a 1,6 milímetro, basta colocá-lo no sulco para medir.

Multa:

Rodar com os pneus carecas é arriscado e consta como infração grave, com multa de R$ 195,23 e cinco pontos na carteira.

Manutenção:

Além da medição em casa, não deixe de fazer a manutenção periódica em uma mecânica especializada, assim o profissional além de analisar o nível de desgaste das peças, informa se é preciso fazer a troca completa do conjunto ou dos dois pneus do eixo traseiro.

Atenção!

Na hora da troca, lembre-se de escolher pneus de qualidade que atendam às especificações estabelecidas pelo fabricante do veículo.

A Widmen possui as melhores marcas de pneus do mercado e realiza todos os tipos de manutenção no seu carro. Esperamos você em uma das nossas cinco unidades localizadas no Rio de Janeiro e Niterói.

Leia mais:

Manutenção preventiva, corretiva e preditiva: entenda a diferença:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/manutencao-preventiva-preditiva-e-corretiva-entenda-a-diferenca/

Dicas para a manutenção dos pneus do carro:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/dicas-para-a-manutencao-dos-pneus-do-carro/