Arquivo da tag: combustível

preço-da-gasolina

De olho no preço da Gasolina

Por: Gabriela Rabinovici

O combustível é uma das despesas que mais pesa para o consumidor brasileiro. Segundo o levantamento da ANP, entre os dias 14 e 20 de abril, no Brasil o litro de gasolina avançou 0,59%, de R$ 4,402 para R$ 4,428. Já o preço do litro do diesel caiu 0,05%, de R$ 3,551 para R$ 3,549. Ainda conforme os dados, o valor do litro do etanol avançou 2,13% no período, de R$ 2,908 para R$ 2,970. 

O preço da gasolina teve alta, o número foi alcançado depois do último reajuste da Petrobras, que aumentou o valor do combustível em 2,046%. No acumulado do ano, o preço da gasolina já subiu 1,93% e o do diesel avançou 2,84%. O etanol teve alta de 4,9%.

Com isso, o preço da gasolina subiu, nas refinarias este ano, de R$ 1,5087 o litro, no início de janeiro, para R$ 1,975 neste mês. Este é o maior valor desde 30 de outubro de 2018, quando o combustível estava cotado em 1,9855 real, segundo dados publicados anteriormente pela Petrobras.

De acordo com a Agência Nacional do Petróleo, esse reajuste se dá 18 dias após o último e representa um aumento de R$ 0,0396 por litro.

Mudança na divulgação dos preços:

A estatal anunciou uma mudança na divulgação dos seus preços de combustíveis. A Petrobras decidiu passar a publicar em seu site os valores dos combustíveis em todos os seus pontos de venda, e não mais a média como fazia anteriormente.

Segundo a Petrobras, a mudança na publicação dos preços atende a pedidos do mercado e da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), que se queixavam de que a média nacional não dava a transparência necessária sobre como a petroleira estava atuando em seus pontos de venda.

Leia mais:

Dicas para evitar que o carro seja reprovado por gases poluentes na vistoria do Detran:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/dicas-para-evitar-que-o-carro-seja-reprovado-por-gases-poluentes-na-vistoria-do-detran/

Troca de óleo a vácuo ou convencional? Qual é a melhor opção?

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/troca-de-oleo-a-vacuo-ou-convencional-qual-e-a-melhor-opcao/

painel carro

A importância das luzes de aviso no painel do carro

Por: Gabriela Rabinovici

Nenhum motorista está livre de problemas repentinos no veículo, no entanto, dificilmente ele vai te deixar na mão sem antes dar algum tipo de aviso. Ficar atento ao comportamento do veículo e ao modo de dirigir é fundamental para prevenir as mais diversas avarias e evitar grandes prejuízos.

O painel de instrumentos de controle, localizado atrás do volante, pode ser um grande aliado. Ele tem como função alertar sobre o bom ou mau funcionamento do veículo, por isso, é muito importante que os motoristas conheçam os ícones do painel e fiquem atentos às indicações para evitar panes, acidentes ou despesas extras. Confira abaixo:

– Baixo nível de combustível:

Se este ícone estiver aceso, o veículo pode ter danos causados na bomba e em outros componentes do sistema de alimentação do motor, o que inclui a parte elétrica. Além disso, a chamada pane seca é infração média e rende multa de R$ 130,16 para o motorista, que ganha também quatro pontos na carteira.

– Alerta de pressão do óleo baixo ou alerta de temperatura:

Ao verificar um destes símbolos ligado no painel, o motorista deve procurar um local seguro para estacionar, pois o carro pode sofrer um dano sério no motor, parar e provocar um grande prejuízo. O ideal é pedir um reboque e levar o veículo imediatamente a um mecânico.

– Aviso do cinto de segurança:

Além de um aviso sonoro, a luz vermelha acende indicando que o cinto não foi afivelado. Não usar o acessório pode resultar em multa de R$ 195,23 e cinco pontos na CNH porque é infração grave.

– Luz de alerta de motor / luz de injeção eletrônica acesa ou piscando:

Indica alguma falha no sistema de injeção eletrônica do veículo. Busque ajuda de um profissional especializado, já que o veículo pode apresentar cortes durante o funcionamento, perda de potência, dificuldade na partida do motor, aumento no consumo de combustível, além de oscilações na marcha lenta.

– Aviso de freio de mão:

O normal é acender quando o freio de estacionamento estiver em uso, fora deste momento, aponta alguma anormalidade no sistema.

– Verificar a pastilha de freio:

O aviso pode advertir o fim da vida útil das pastilhas de freios. O motorista também pode perceber que o freio está com a resposta mais lenta quando aciona o pedal. Outro sinal é um ruído agudo vindo dos pneus dianteiros.

– Luz indicadora de bateria / alternador:

A perda de tensão na parte elétrica, pode ocasionar falhas na bateria, alternador ou regulador. Vá imediatamente a uma mecânica especializada antes que a bateria fique totalmente descarregada.

– Aviso de airbag:

Caso esta luz esteja acesa, os airbags podem não inflar da forma adequada e causar sérios ferimentos aos ocupantes.

Atenção!

Lembre-se que que trafegar com o veículo em mau estado de conservação é infração grave e pode resultar em multa de R$ 195,23, além de cinco pontos na habilitação.

Faça a manutenção completa do seu veículo na Widmen mais próxima de você e mantenha seu carro em perfeito estado!

Fique por dentro:

Por que não usar rodas trincadas e amassadas?

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/por-que-nao-usar-rodas-trincadas-e-amassadas/

A importância de manter os pneus em dia:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/a-importancia-de-manter-os-pneus-em-dia/

revisados

7 itens que podem ser revisados pelo motorista

Por: Gabriela Rabinovici

Você sabia que o risco de acidentes triplica em veículos sem manutenção? A afirmação é do Departamento Estadual de Trânsito do Paraná (Detran-PR), que toma como base, estudo que apurou as causas de acidentes rodoviários pelo país. 80% dos veículos em circulação no Brasil tem algum tipo de problema como pneu careca, lanterna queimada, falta de seta, motores desregulados, entre outros e essa falta de cuidados coloca em risco a segurança de todos.

Avarias no carro podem acontecer e pegar o motorista de surpresa, seja em trajetos curtos ou longas viagens, por isso, você mesmo pode checar alguns itens antes de pegar a estrada.

1 – Combustível:

A pane seca ou falta de combustível no carro, além de transtorno ao motorista gera multa de R$ 130,16, quatro pontos na carteira e até remoção do veículo. O prejuízo também pode ser grande, resultando na queima da bomba de combustível, cujo conserto não é nada barato. Por isso, não deixe de conferir o nível.

2 – Água:

É preciso verificar o nível de água do motor, pelo menos, uma vez por mês. Sem água e fluido, a junta do cabeçote queima e, se o carro continuar a rodar, o motor pode fundir.

3 – Parte elétrica:

Antes de sair verifique a buzina, luzes, sistema de som e ar-condicionado. Falhas podem indicar que algo pode estar desconectado, colaborando para possíveis acidentes e gastos a mais com peças novas.

4 – Pneus:

Fazer a manutenção regular garante maior durabilidade, estabilidade e segurança. Não se esqueça da calibragem, alinhamento, balanceamento, rodízio e substituição no prazo indicado.

5 – Óleo:

Para garantir a lubrificação, limpeza e proteção do motor é necessário fazer a troca de óleo de acordo com o prazo recomendado pela montadora. O óleo vencido pode oxidar e até fundir o motor, causando prejuízos de até 5 mil reais.

6 – Cinto de segurança:

Fique atento aos engates, pois eles precisam estar bem presos à carroceria do veículo. Se o item estiver apertado ou frouxo demais, deve-se resolver o problema em uma loja especializada;

7 – Palhetas do para-brisa:

Verifique atentamente as palhetas, pois quando ressecadas causam excesso de barulho e arranhões nos vidros, prejudicando a visibilidade do motorista. A peça é barata e a substituição pode evitar prejuízos maiores.

A Widmen possui equipe especializada para fazer todos os tipos de manutenção no seu carro. Vá até uma das cinco unidades localizadas no Rio de Janeiro e Niterói.

 

Leia mais:

Dicas de manutenção preventiva:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/dicas-de-manutencao-preventiva/

A importância de manter a pressão ideal dos pneus:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/a-importancia-de-manter-a-pressao-ideal-dos-pneus/

tanque-gasolina

Quando limpar o tanque do carro?

Por: Gabriela Rabinovici

A limpeza do veículo é algo que deve ir além da limpeza externa. Diversas peças devem passar por este tipo de procedimento, incluindo o tanque de combustível. Antigamente, a limpeza do recipiente era obrigatória, mas hoje, com os avanços na tecnologia de combustíveis e motores, a limpeza só é necessária em casos extremos.

Resíduos acumulados proveniente do uso de combustíveis de baixa qualidade é um dos principais motivos. É importante saber que a bomba ou o filtro de combustível podem ser comprometidos por causa da sujeira presente em combustíveis adulterados.

Fique atento ao sinais!

Marcha lenta, engasgue na aceleração ou impossibilidade de acionamento podem indicar tanque sujo devido ao uso de combustível de baixa qualidade.

Nesse caso é preciso levar o carro em uma mecânica especializada para que o profissional esvazie o tanque e realize uma limpeza. É possível que seja feita também a troca de mangueiras de pressão, bomba e filtro de combustível e, em casos mais graves, a troca de pistão e válvulas.

Para não correr o risco de abastecer o veículo com combustível adulterado, desconfie sempre de postos que oferecem preços muito abaixo do mercado. Escolha postos de confiança que tenham a qualidade garantida.

Lembre-se que a cada 10 mil quilômetros rodados é preciso trocar o filtro de combustível e a cada 20 mil quilômetros rodados realizar a limpeza dos bicos injetores.

Dica:

Vai deixar o carro parado por muito tempo? Tente utilizar a maior parte de combustível presente no tanque.

Manutenção:

Escolha uma mecânica especializada para realizar a limpeza do tanque de combustível do seu carro. O procedimento necessita de equipamentos especiais e conhecimento técnico, já que envolve riscos.

A Widmen está apta para realizar a limpeza do tanque com segurança e eficiência. Vá até uma de nossas cinco unidades localizadas no Rio de Janeiro e Niterói.

Saiba mais:

A importância da higienização interna do carro:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/a-importancia-da-higienizacao-interna-do-carro/

Dicas de manutenção preventiva:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/dicas-de-manutencao-preventiva/

revisao carro

Dicas para evitar prejuízos com o carro

Por: Gabriela Rabinovici

Carros trazem enorme comodidade, mas também podem apresentar problemas inesperados, principalmente, quando a manutenção não é feita regularmente. Agir de forma preventiva, significa mais economia, desempenho, segurança e menos dor de cabeça.

Para evitar prejuízos com danos em componentes, não deixe de fazer a revisão periódica e atentar aos seguintes itens:

– Combustível:

A pane seca ou falta de combustível no carro, além de transtorno ao motorista gera multa de R$ 130,16, quatro pontos na carteira e até remoção do veículo. O prejuízo também pode ser grande, resultando na queima da bomba de combustível, cujo conserto não é nada barato.

– Água:

É preciso verificar o nível de água do motor, pelo menos, uma vez por mês. Sem água e fluido, a junta do cabeçote queima e, se o carro continuar a rodar, o motor pode fundir. Para realizar o conserto, o gasto será alto.

– Parte elétrica:

Falhas na buzina, nas luzes, sistema de som e ar-condicionado indicam que algo pode estar desconectado, colaborando para possíveis acidentes e gastos a mais com peças novas.

– Pneus:

Fazer a manutenção regular garante maior durabilidade, estabilidade e segurança. Não se esqueça da calibragem, alinhamento, balanceamento, rodízio e substituição no prazo indicado.

– Óleo:

Para garantir a lubrificação, limpeza e proteção do motor é necessário fazer a troca de óleo de acordo com o prazo recomendado pela montadora. O óleo vencido pode oxidar e até fundir o motor, causando prejuízos de até 5 mil reais.

– Palhetas do para-brisa:

Esses itens precisam ser trocados anualmente, pois quando ressecados causam excesso de barulho e arranhões nos vidros, prejudicando a visibilidade do motorista. A peça é barata e a substituição pode evitar prejuízos maiores.

A Widmen possui equipe especializada para fazer todos os tipos de manutenção no seu carro. Vá até uma das cinco unidades localizadas no Rio de Janeiro e Niterói.

Leia mais:

Dicas de manutenção preventiva:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/dicas-de-manutencao-preventiva/

A importância de manter a pressão ideal dos pneus:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/a-importancia-de-manter-a-pressao-ideal-dos-pneus/

5 geraçao

Dicas para instalar o kit gás veicular

Por: Gabriela Rabinovici

Economia é um dos principais motivos que levam motoristas a optar pela instalação do kit de Gás Natural Veicular (GNV) em seus carros. Além disso, sua queima é considerada uma das mais limpas, praticamente sem emissão de monóxido de carbono e totalmente livre de enxofre.

O gás natural consiste em uma mistura de hidrocarbonetos leves que, sob temperatura ambiente e pressão atmosférica, permanece em estado gasoso. Ele é extraído das jazidas no subsolo, frequentemente acompanhado pelo petróleo usado na produção de gasolina e diesel.

Ao contrário dos outros tipos de combustíveis, o GNV não pode ser adulterado e tem como mais uma vantagem, a maior durabilidade do óleo do motor e dos bicos injetores, que acabam por não acumular resíduos.

Para fazer a instalação, basta procurar uma oficina homologada pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). O serviço leva, normalmente, um dia e custa, em média, R$ 4 mil. O preço é referente ao kit Geração 5, considerado o mais moderno.

Antes de realizar a instalação é preciso conferir a capacidade do cilindro em função da mala do veículo:

Carros pequenos – 30 a 40 litros
Carros médios e grandes – até 69 litros
Utilitários – Acima de 69 litros

Vale ainda, verificar se o cilindro é novo ou retestado, no caso de cilindro novo, o selo do INMETRO é verde com preto, em caso de retestado é lilás.

Atenção!

– Nunca confunda o GNV com o gás de cozinha (GLP). Em alguns casos, este último é improvisado no uso automotivo, colocando em risco de morte os ocupantes do veículo e terceiros;

– A conversão para GNV faz com que o veículo perca a garantia dada pela montadora. No entanto, há algumas concessionárias que asseguram a garantia do veículo quando a conversão é gerenciada pelos proprietários em convertedoras parceiras.

Economia esperada:        

Depois de instalado, a economia esperada é imediata, pois o veículo gasta menos combustível podendo chegar a ser 60% mais econômico que a gasolina e o álcool. Mas o retorno do investimento, pode demorar de quatro meses (para taxistas) a trinta meses (para uso não profissional).

Leia mais:
Quando realizar a revisão no sistema de suspensão do carro?

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/quando-realizar-a-revisao-no-sistema-de-suspensao-do-carro/

10 dicas para evitar que o tanque seque:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/10-dicas-para-evitar-que-o-tanque-seque/

 

carro-consumo

10 dicas para evitar que o tanque seque

Por: Gabriela Rabinovici

A crise de combustível no Brasil desencadeou a greve dos caminhoneiros e provocou uma série de problemas em diversos setores. Em tempos de combustível caro e escasso, vale a pena aprender a pensar no consumo do seu carro para evitar que o tanque seque.

Confira algumas dicas que envolvem o modo de dirigir e a manutenção preventiva:

1 – Pneus:

Eles são responsáveis por 20% do consumo de combustível, por isso, mantê-los calibrados e com o alinhamento e balanceamento em dia é essencial para economizar e prolongar a vida útil dos itens.

2 – Lubrificantes:

A qualidade do lubrificante conta muito na hora de economizar combustível, o produto precisa ter baixa viscosidade para gerar maior economia, isso também diminui os efeitos nocivos ao meio ambiente e aumenta a durabilidade do propulsor. Fique de olho também na qualidade do combustível.

3 – Ar-condicionado:

Ao deixar o carro muito tempo exposto ao sol forte, ao entrar, não ligue o ar-condicionado de primeira. Ande por alguns minutos com os vidros abertos para não forçar muito o equipamento. Ele aumenta, em média, 20% o consumo do veículo.

4 – Freadas:

Freie e acelere suavemente. Além de ser mais seguro, ajuda a economizar combustível.

5 – Marchas:

Acostume-se a trocar a marcha na hora certa, dentro da faixa de torque máximo. A rotação do motor deve ficar entre 2 mil e 2,3 mil giros, acima disso, o consumo aumenta.

6 – Não dirigir na Banguela (ponto morto):

Além de ser arriscada, essa prática não ajuda a economizar combustível, pois o motor continua a trabalhar para que o carro não morra.

7 – Velas:

Sua função é gerar energia na câmara de combustão para que ocorra a queima da mistura ar/combustível. Se há avaria nas velas ou se atingir o prazo de validade, precisam ser trocadas, pois a queima será irregular e aumentará muito o consumo de combustível.

8 – Rotas:

Para economizar tempo e combustível, acostume-se a traçar sua rota antes de sair de casa, principalmente, quando for viajar.

9 – Carga:

O excesso de peso no veículo pode aumentar muito o consumo de combustível. Se o veículo estiver transportando 50 quilos acima do recomendado pelo fabricante, o consumo aumenta em 1%.

10 – Velocidade:

O consumo de combustível do carro aumenta 20% quando está acima de 100km/h. Dirija sempre dentro do limite de velocidade e mantenha as janelas fechadas quando estiver acima de 80 km/h, pois os vidros abertos comprometem a aerodinâmica do carro e aumentam o consumo.

Fique por dentro:

É seguro abastecer com gasolina formulada?

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/e-seguro-abastecer-com-gasolina-formulada/

Dicas para transportar bagagens de forma correta:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/dicas-para-transportar-bagagens-de-forma-correta/

 

Gasolina

É seguro abastecer com gasolina formulada?

Por: Gabriela Rabinovici
A gasolina é um dos combustíveis mais utilizados no Brasil nos motores chamados endotérmicos. Derivada do petróleo, os três tipos mais conhecidos de gasolina são: comum, aditivada e premium, mas há ainda, a formulada, que gera muitas dúvidas nos motoristas.
Por ser mais barata de ser obtida do que a refinada da maneira tradicional, existem diversos questionamentos em torno da qualidade deste tipo de combustível. Mas, de acordo com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), toda a gasolina produzida no Brasil é formulada. Isso porque a gasolina é uma mistura de correntes de hidrocarbonetos que pode ser obtida por diferentes processos, podendo ser feita por refinaria ou por outros agentes econômicos autorizados pela ANP, como formuladores e centrais petroquímicas.
Embora muitas pessoas associem formulação com adulteração do combustível, o órgão garante que a gasolina formulada só chega ao consumidor final após atenderem os padrões de qualidade estabelecidos pela Resolução ANP nº 40/2013, sendo assim, não causa danos ao motor do carro.
Em algumas cidades e estados já existem leis que obrigam os postos a informar o consumidor sobre qual o tipo de gasolina é vendida, mas não é uma regra válida para todo o país.

Atenção!
Gasolina adulterada e fora das especificações da ANP pode provocar falhas de funcionamento do motor, independentemente de sua origem, por isso, fique atento a alterações súbitas de consumo ou desempenho.
Segundo a assessoria da ANP, quando é encontrada alguma adulteração ou má qualidade nos produtos durante as fiscalizações, pode-se desde interditar a bomba até fechar o estabelecimento.

Denúncia de irregularidades:
Para proteger-se, o consumidor precisa analisar o estado e as condições do posto e abastecer somente em locais de confiança. Caso desconfie de algo, o usuário pode denunciar o posto através do telefone 0800 970 0267 ou no portal da ANP: http://www.anp.gov.br/wwwanp/fale-conosco

Leia mais:
Os perigos de abastecer o carro com combustível adulterado:
https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/os-perigos-de-abastecer-o-carro-com-combustivel-adulterado/
Mais etanol na gasolina: qual é o efeito para o motor?

aplicativos para motoristas

10 aplicativos de celular úteis para motoristas

Por: Gabriela Rabinovici

É certo que a tecnologia trouxe muitos benefícios para as pessoas e, hoje, com a popularização dos smartphones e a infinidade de aplicativos disponíveis, ficou muito mais fácil realizar tarefas frequentes, como dirigir!

O estresse causado pela falta de tempo, tráfego caótico, gastos com abastecimento e manutenção pode ser minimizado com o uso diário de apps superúteis para o motorista. Veja nossa seleção:

1 – Carrorama:

Calcula o gasto médio por dia, por quilômetro e exibe o desempenho do veículo.

2 – Carango – Controle de veículos:

Reúne informações sobre combustível, licenciamento, multas, troca de óleo, calibração de pneus e outros.

3 – LetsPark:

Aplicativo colaborativo que informa onde existem vagas para estacionar mais próximas da localização atual do motorista.

4 – 55Guinchos:

Seu carro parou de funcionar? Basta utilizar o app para solicitar um reboque, localizando o prestador de serviço mais próximo e acompanhando o deslocamento do guincho pelo mapa do programa. O pagamento é feito via cartão de crédito e o serviço funciona 24 horas por dia, 7 dias da semana.

5 – BeepMe: 

Permite que o usuário ofereça ou encontre caronas.

6 – EconoFlex:

Na dúvida na hora de escolher etanol ou gasolina? Esse aplicativo te ajuda a fazer a conta para saber qual combustível compensa mais.

7 – Waze:

Óbvio, porém indispensável. Permite compartilhar e visualizar informações sobre o trânsito em tempo real. É possível alertar e ser alertado sobre acidentes e outros perigos no trajeto, além da navegação guiada por voz.

8 – ReadItToMe:

Transforma textos do seu celular em áudio, evitando que você perca a atenção para ler mensagens ou outras coisas escritas no smartphone.

9 – Gasnol – Gasolina ou Etanol?

Compara os preços dos combustíveis a partir da taxa de rendimento de cada veículo, prevendo o custo mensal.

10 – Gazo:

Ajuda a encontrar postos com preços mais em conta e diz se ele possui loja de conveniência, banheiros, caixa eletrônico, lava-rápido etc.

Saiba mais:

Pesquisa da Citröen mapeia uso e costumes a bordo de automóveis:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/pesquisa-da-citroen-mapeia-usos-e-costumes-a-bordo-de-automoveis/

Central multimídia ou DVD automotivo: qual o mais indicado para você?

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/central-multimidia-ou-dvd-automotivo-qual-o-mais-indicado-para-voce/

lavar carro na chuva

10 hábitos e manias que desgastam o carro

Por: Gabriela Rabinovici

Você pode não perceber, mas certos hábitos e manias podem danificar o seu veículo em curto ou longo prazo. O cuidado não passa apenas pela revisão periódica do automóvel, mas também pelo tipo de uso que se faz dele.

Veja quais práticas evitar para garantir o bom funcionamento do carro e a segurança dos ocupantes:

1 – Aproveitar os dias de chuva para “lavar” o carro:

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a água da chuva não limpa o carro, na verdade, ela dissolve e espalha ainda mais a sujeira da lataria, formando marcas na pintura e nos vidros. A lama formada pela chuva, também gruda nas rodas e embaixo do carro, podendo causar danos.

2 – Comer, beber e fumar dentro do carro:

Antes de comer e beber dentro do carro, lembre-se que líquidos e gordura podem causar manchas persistentes no estofado, além disso, o cheiro de tabaco fica impregnado por um bom tempo.

3 – Andar com o combustível na reserva:

Além do risco de pane seca, andar com o tanque na reserva ou com o tanque vazio entope as tubulações, danifica os bicos injetores e pode fazer a bomba de combustível estourar.

4 – Arrancar e frear bruscamente:

Pode danificar os coxins (elementos que absorvem os movimentos e vibrações do propulsor) e desgastar precocemente os pneus.

5 – Descansar o pé na embreagem:

Ação comum que reduz a vida útil do sistema. Disco, platô, rolamentos e volante do motor são prejudicados.

6 – Descer na “banguela”:

Descer ladeiras com o carro em ponto morto não economiza combustível e sobrecarrega o sistema de freios.

7 – Apoiar os pés no painel:

O problema não é só sujar o painel. O hábito é extremamente perigoso, pois em uma freada brusca, o airbag pode ser acionado e causar ferimentos graves.

8 – Descansar a mão sobre a alavanca do câmbio:

O peso da mão, pode provocar o desgaste de um componente importante, chamado “trambulador”. Ele é o responsável por transmitir a posição da alavanca de câmbio para a caixa câmbio.

9 – Carregar tralhas no porta-malas:

Objetos “esquecidos” no porta-malas aumentam o consumo de combustível, por causa do aumento de peso, e você ainda corre o risco de ser roubado.

10 – Não substituir o óleo e líquido de arrefecimento:

Utilizar óleo vencido cria depósitos de borra que entopem os dutos de lubrificação, podendo danificar o motor. Não trocar o líquido de arrefecimento desequilibra a temperatura, causando superaquecimento.

Fique por dentro:

Os problemas causados pelo excesso de sujeira no carro:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/os-problemas-causados-pelo-excesso-de-sujeira-no-carro/

Postura correta na direção evita desgaste físico e aumenta a segurança:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/postura-correta-na-direcao-evita-desgaste-fisico-e-aumenta-a-seguranca/