Arquivo da tag: alinhamento

p zero nero alinhamento

A importância do alinhamento automotivo

Por: Gabriela Rabinovici

Você já percebeu ruídos estranhos, desgaste prematuro e irregular dos pneus ou seu carro puxando para a direita ou esquerda quando você solta o volante por um curto período de tempo? Esses são os principais sinais que os pneus estão desalinhados.

Ajustar os ângulos das rodas e mantê-las perpendiculares ao solo e paralelas entre si, é essencial para evitar danos aos pneus, melhorar a estabilidade, a dirigibilidade e a segurança no trânsito.

O alinhamento, conhecido também como geometria, deve ser feito nos quatro pneus, em média a cada 10 mil quilômetros e após colisões, depois de trocar qualquer componente da direção ou suspensão e sempre que houver substituição de um ou mais pneus.

Atenção!

Não adianta nada alinhar a direção se a geometria da suspensão estiver comprometida por desgaste ou por deformação por impacto de algum buraco. Por isso, o ideal é que o profissional especializado verifique ambos sistemas.

Enquanto no sistema de direção, o alinhador atua, basicamente, nos braços que ligam a caixa de direção as rodas, no sistema de suspensão, o alinhador atua na cambagem, que é o ângulo que as rodas formam com o solo e o cáster, o ângulo que a manga de eixo forma com o chão.

Forma de dirigir:

Pequenos impactos podem causar grandes estragos. Cuidado com o choque do pneu com calçadas, assim como buracos na pista. Dirigir bruscamente fazendo curvas e manobras forçadas também sobrecarrega a suspensão e a direção, desalinhando os pneus.

Dica:

– Uma análise rápida pode indicar se o seu carro precisa de ajustes. Olhe de frente para o seu veículo: as rodas devem estar o mais próximas possível de 90º, ou seja, em ângulo reto.

Não se esqueça da calibragem e verifique com o profissional, a necessidade de realizar ainda, o balanceamento, serviço importante para garantir o conforto na condução e manter o desempenho dos pneus.

Problemas com o alinhamento do seu carro? A oficina mecânica especializada Widmen possui profissionais certificados para realizar manutenções periódicas com excelência.

Fique por dentro:

A importância da manutenção do veículo:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/a-importancia-da-manutencao-do-veiculo/

Qual é a diferença entre balanceamento e alinhamento?

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/qual-e-a-diferenca-entre-balanceamento-e-alinhamento/

widmen_pneuspirelli

A importância de manter os pneus em dia

Por: Gabriela Rabinovici

Pneus são os únicos itens de contato direto com o solo e precisam de cuidados especiais para que forneçam o conforto e a segurança necessários durante toda sua vida útil.

Para começar, é muito importante adquirir pneus de marcas de qualidade, que possuam boa durabilidade e que sejam compatíveis com o modelo do carro e que estejam de acordo com o manual do proprietário.

Para evitar o desgaste acentuado é fundamental prestar atenção na validade dos pneus, ter cuidados com a calibragem, alinhamento e balanceamento e observar os sulcos, afinal, a legislação brasileira estabelece que eles tenham, no mínimo, 1,6 milímetros de profundidade para que o motorista trafegue sem riscos.

Lembre-se que pneus gastos requerem maior distância de frenagem em pistas molhadas, além de poder provocar aquaplanagem em altas velocidades. A distância de frenagem de um pneu gasto comparado com um pneu novo, trafegando em superfície molhada, numa velocidade de 50 km/h é de 10 metros a mais.

Siga também essas dicas:

– Não use pneus remold;

– Faça o rodízio periódico para equilibrar o desgaste e prevenir danos;

– Lubrifique as porcas dos pneus. Isso facilita a troca e evita a ferrugem;

– Evite a sobrecarga. Circule com a quantidade de peso dentro dos limites que o fabricante sugere. Um pneu com sobrecarga de 30%, leva a uma perda média de 40% na sua vida útil, além de elevar o consumo de combustível e danificar peças importantes;

– Evite pistas esburacadas ou utilize pneus apropriados para este tipo de terreno, do contrário causará problemas na suspensão do veículo e o desgaste prematuro dos pneus;

– Compre pneus de qualidade assegurados pelo INMETRO.

Manutenção:

O ideal é que a manutenção periódica seja feita a cada 10 mil quilômetros para analisar as condições gerais dos itens.

Vá até a mecânica geral Widmen e realize o check-up completo dos pneus do seu carro.

Fique por dentro:

Conheça o Profundímetro da Widmen:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/conheca-o-profundimetro-da-widmen/

Dicas ao trocar as rodas do carro por rodas esportivas:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/dicas-ao-trocar-as-rodas-do-carro-por-rodas-esportivas/

alinhamento Widmen

Alinhamento no eixo traseiro é necessário?

Por: Gabriela Rabinovici

O alinhamento, conhecido também como geometria, trata-se do ajuste dos ângulos das rodas que devem estar perpendiculares ao solo (ângulo de 90º em relação ao chão) e paralelas entre si, evitando assim, um desnível entre os lados do veículo.

Colisões, mudanças na suspensão e desgaste nos pneus estão entre os motivos que alteram o alinhamento da suspensão dianteira e podem provocar o desgaste prematuro nas peças.

E aí surge a dúvida: além do alinhamento dianteiro, é preciso fazer alinhamento traseiro também?

A maior parte dos automóveis compactos e médios só recebe alinhamento nas rodas dianteiras, no entanto, quando a suspensão traseira é independente (a mais comum é a multilink), o carro precisa estar com as rodas alinhadas às do eixo dianteiro em relação a linha imaginária central do veículo.

Caso estejam desalinhadas, o volante não ficará centralizado durante a condução, provocando desgaste prematuro dos pneus. Versões do Volkswagen Golf e do Ford Focus, por exemplo, precisam alinhar os braços da suspensão traseira, pois podem perder a regulagem original.

Quando fazer?

O serviço é indicado a cada 10 mil quilômetros ou quando for feita a troca dos pneus, após uma batida mais forte das rodas em algum buraco ou meio fio, após mudanças na suspensão, quando a direção puxar para a esquerda ou para a direita, quando houver trepidação das rodas ou quando o volante estiver duro.

Atenção!

Não protele o serviço. O alinhamento é um procedimento simples, feito em cerca de 30 minutos.

Aproveite para acertar a calibragem e verificar com o profissional especializado se há necessidade de realizar também o balanceamento, serviço importante para garantir o conforto na condução e manter o desempenho dos pneus.

Faça o alinhamento nos eixos dianteiro e traseiro na oficina mecânica especializada Widmen. Aqui você encontra profissionais certificados para realizar manutenções periódicas com excelência.

Leia mais:

A importância da manutenção do veículo:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/a-importancia-da-manutencao-do-veiculo/

Protetor de cárter: quando usar?

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/protetor-de-carter-quando-usar/

cambagem

Confira quais carros precisam de cambagem

Por: Gabriela Rabinovici

Manter a correta geometria do veículo é essencial para garantir mais segurança e uma boa dirigibilidade. Para que o peso do carro esteja distribuído corretamente sobre a banda de rodagem é preciso que o câmber, como é chamado o ângulo de inclinação da roda, esteja bem ajustado.

As alterações no ângulo podem acontecer quando costuma-se trafegar por vias esburacadas, quando há colisão com um obstáculo ou quando são feitas mudanças na suspensão.

Mas quais carros necessitam fazer a cambagem?

A resposta é todos que apresentarem danos no conjunto de suspensão. O procedimento é indicado também após a troca dos pneus ou quando eles apresentam desgaste irregular, quando há vibração no volante, quando o veículo está puxando para algum lado ou caso o motorista esteja com dificuldade para manter a trajetória e também há cada 10 mil quilômetros ou como indicado no manual do fabricante.

No entanto, após o carro sofrer algum tipo de impacto na suspensão, não aceite fazer a cambagem imediatamente. Consulte uma mecânica especializada em rodas, pneus e suspensão para analisar o problema e ver se é necessário trocar algum componente do sistema.

Atenção!

– Dirija com cautela! Pequenos impactos podem causar grandes estragos. Cuidado com o choque do pneu com calçadas, assim como buracos na pista. Dirigir bruscamente fazendo curvas e manobras forçadas sobrecarrega a suspensão e a direção, desalinhando os pneus;

– Lembre-se que quando as rodas estão desalinhadas, há o desgaste anormal dos pneus e isto propicia um maior consumo de combustível, além de instabilidade, aumentando o risco de acidentes;

– A calibragem também precisa estar em dia, assim evita-se o desgaste prematuro dos pneus e o consumo maior de combustível.

Seguindo todas essas dicas, nenhum carro precisará fazer a cambagem.

Problemas com a geometria do seu carro? A oficina mecânica especializada Widmen possui profissionais certificados para realizar manutenções periódicas com excelência.

Fique por dentro:

4 fatos sobre as rodas de liga leve:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/4-fatos-sobre-as-rodas-de-liga-leve/

Dicas para economizar na hora da compra dos pneus:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/dicas-para-economizar-na-hora-da-compra-dos-pneus/

alinhamento

Balanceamento, alinhamento e cambagem: quando verificar?

Por: Gabriela Rabinovici

A durabilidade de um pneu depende de vários fatores, como estilo de conduzir, qualidade do item, condições da via e cuidados com a manutenção. Saber o momento certo de realizar o alinhamento, balanceamento e cambagem é essencial para manter a correta geometria do veículo, uma boa dirigibilidade e mais segurança.

O alinhamento e balanceamento, ao contrário do que muitas pessoas pensam, não precisam ser feitos juntos.

Balanceamento:

O balanceamento compensa a variação de diâmetro dos pneus com contrapesos de chumbo na banda de rodagem.

Ao trocar os pneus ou fazer o rodízio, é necessário balancear as quatro rodas. Trepidações quando o carro está acima de 30 km/h, vibrações no volante, sinais como perda de tração e estabilidade, desconforto ao dirigir, dificuldade em manter o carro na trajetória ou desgaste dos rolamentos, amortecedores e terminais de direção antes do tempo, também indicam que o veículo precisa ser balanceado.

Alinhamento:

O procedimento acerta o volante em relação à comunicação precisa com as rodas, fazendo com que ele fique perfeitamente centralizado, sem que o veículo puxe para um lado ou outro.

É recomendado após uma batida mais forte das rodas em algum buraco ou meio fio, após mudanças na suspensão ou quando a direção puxar para a esquerda ou para a direita.

Cambagem:

Para que o peso do carro esteja distribuído corretamente sobre a banda de rodagem é preciso que o câmber, como é chamado o ângulo de inclinação da roda, esteja bem ajustado.

O procedimento consiste em uma das regulagens possíveis do alinhamento e implica em troca de peças que afetam o ângulo de câmber, como balanças, buchas e ponteiras do eixo. Isso pode ser conferido na oficina durante a verificação do alinhamento ou nas revisões programadas das montadoras.

Lembre-se de recorrer a uma mecânica geral com profissionais especializados como a Widmen para realizar os três tipos de serviços.

Leia mais:

Calibragem: é recomendado colocar 5 libras a menos?

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/calibragem-e-recomendado-colocar-5-libras-a-menos/

Protetor de cárter: quando usar?

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/protetor-de-carter-quando-usar/

Pirelli-Tyres

Dicas para manter os pneus sempre em dia

Por: Gabriela Rabinovici

Pneus são fabricados para rodarem por milhares de quilômetros em diferentes tipos de pista. Eles suportam a carga, amortecem, atuam na frenagem e transmitem força na tração.

Para ampliar a vida útil dos itens e manter a capacidade adequada de frenagem e condução, basta adotar algumas medidas simples de cuidados e manutenção. Veja as principais:

– Cuidados na condução:

Conduza sempre de forma suave, evitando freadas e arrancadas bruscas. Nada de atravessar lombadas e valetas com uma roda de cada vez. Passe sempre em marcha lenta, com as duas rodas dianteiras ao mesmo tempo, dessa forma, seu veículo garante mais estabilidade e absorve melhor os impactos.

– Evite ruas esburacadas

O pneu dura até 40% menos quando se trafega por asfalto muito áspero ou por obstáculos como buracos e paralelepípedos do que sobre asfalto liso. Alta velocidade, acelerações, curvas e frenagens intensas também aceleram o desgaste.

– Verifique a pressão:

Pneus calibrados ajudam na economia de combustível e garantem mais durabilidade, segurança e estabilidade. Lembre-se que a calibragem deve ser feita com os pneus frios, no mínimo, uma vez a cada quinze dias. Confira as condições gerais do estepe e siga sempre as pressões indicadas no manual do fabricante.

– Faça o alinhamento e balanceamento

Pneus de carros desalinhados e desbalanceados sofrem desgaste acelerado e desigual. O alinhamento deve ser feito a cada cinco mil quilômetros ou quando realizar a troca dos pneus, quando houver trepidação das rodas, volante duro ou se o carro for para os lados quando o motorista largar o volante. Já o balanceamento deve ser realizado a cada cinco mil quilômetros ou quando realizar a troca dos pneus, quando fizer o rodízio ou quando houver vibração ou desgaste irregular da banda de rodagem.

– Rodízio periódico

Como os pneus frontais costumam sofrer três vezes mais desgaste que os traseiros, é indicado fazer o rodízio, em média, a cada 10 mil quilômetros. Essa prática tem a função de evitar desgastes irregulares, através da troca de posições entre os pneus.

– Não ultrapasse a carga e a velocidade máxima:

Evite a sobrecarga no veículo e distribua corretamente a carga para evitar danos. Não ultrapasse a velocidade que o pneu suporta, pois isso aumenta a temperatura do item, com o risco de provocar danos severos na banda de rodagem. As informações de carga e velocidade máxima, geralmente, vêm inscritas no flanco do pneu.

– Manutenção no prazo certo:

Faça a manutenção periódica no prazo indicado pelo fabricante do veículo. Para garantir maior segurança nos serviços, escolha uma mecânica especializada, com profissionais altamente qualificados como a Widmen!

Leia mais:

Dicas para manter as rodas cromadas sempre novas:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/dicas-para-manter-as-rodas-cromadas-sempre-novas/

O que é o Treadwear do pneu?

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/o-que-e-o-treadwear-do-pneu/

cambagem

Quando realizar a cambagem dos pneus?

Por: Gabriela Rabinovici

Manter a correta geometria do veículo é essencial para garantir mais segurança e uma boa dirigibilidade. Para que o peso do carro esteja distribuído corretamente sobre a banda de rodagem é preciso que o câmber, como é chamado o ângulo de inclinação da roda, esteja bem ajustado.

As alterações no ângulo podem acontecer quando costuma-se trafegar por vias esburacadas, quando há colisão com um obstáculo ou quando são feitas mudanças na suspensão, mas não é só neste momento que é necessário realizar a cambagem.

O procedimento é indicado após a troca dos pneus ou quando eles apresentam desgaste irregular, quando há vibração no volante, o veículo está puxando para algum lado ou caso o motorista esteja com dificuldade para manter a trajetória e também há cada 10 mil quilômetros ou como indicado no manual do fabricante.

O profissional especializado deverá analisar o manual de reparação de cada modelo, pois muitos automóveis necessitam de ferramentas especiais e procedimentos específicos como aplicação de carga sobre a suspensão. O custo da correção sempre dependerá do tipo, linha e tamanho do carro.

Atenção!

– Dirija com cautela! Pequenos impactos podem causar grandes estragos. Cuidado com o choque do pneu com calçadas, assim como buracos na pista. Dirigir bruscamente fazendo curvas e manobras forçadas sobrecarrega a suspensão e a direção, desalinhando os pneus.

– Lembre-se que quando as rodas estão desalinhadas, há o desgaste anormal dos pneus e isto propicia um maior consumo de combustível, além de instabilidade, aumentando o risco de acidentes.

Dicas:

– Uma análise rápida pode indicar se o seu carro precisa de ajustes. Olhe de frente para o seu veículo: as rodas devem estar o mais próximas possível de 90º, ou seja, em ângulo reto.

– É recomendado efetuar a cambagem junto com o alinhamento e balanceamento, assim seu carro sai da revisão perfeitamente regulado, com o devido conforto e desempenho.

Problemas com a geometria do seu carro? A oficina mecânica especializada Widmen possui profissionais certificados para realizar manutenções periódicas com excelência.

Fique por dentro:

Conheça os hábitos que desgastam seu carro:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/conheca-os-habitos-que-desgastam-o-seu-carro/

Qual é a diferença entre balanceamento e alinhamento?

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/qual-e-a-diferenca-entre-balanceamento-e-alinhamento/

limpeza

10 cuidados essenciais com os pneus do carro

Por: Gabriela Rabinovici

Pneus são os únicos itens de contato direto com o solo e precisam de cuidados especiais para que forneçam o conforto e a segurança necessários durante toda sua vida útil. Em alguns casos, eles podem durar até 100 mil quilômetros, por isso, siga essas dicas:

1 – Limpeza:

A poeira das estradas de asfalto e das estradas de terra geram o acúmulo de sujeira nas rodas e pneus e se não forem bem limpos, podem afetar as pastilhas de freio, por isso, lave e seque todo o local adequadamente, certificando-se de usar produtos de limpeza para pneus sem elementos químicos que possam comprometer a borracha.

2 – Alinhamento e balanceamento:

Enquanto o alinhamento ajuda a regular a suspensão, o balanceamento regula o conjunto roda-pneu. Os procedimentos evitam o desgaste irregular dos pneus e garantem a eficiência de rolamento, economizando combustível. São importantes, principalmente, se o veículo sofreu algum tipo de impacto.

3 – Calibragem:

Pneus perdem a pressão, sendo assim, não deixe de realizar a calibragem periodicamente. Lembre-se que pneus murchos furam com facilidade e desgastam-se 50% mais que um pneu calibrado.

4 – Fluidos e componentes:

Lubrifique as porcas dos pneus. Isso facilita a troca e evita a ferrugem.

5 – Rodízio:

Faça o rodízio a cada cinco ou dez mil quilômetros para otimizar o rendimento dos pneus e assegurar um rodar confortável. Verifique maiores detalhes no manual do fabricante.

6 – Evite a sobrecarga:

Circule com a quantidade de peso dentro dos limites que o fabricante sugere. Um pneu com sobrecarga de 30%, leva a uma perda média de 40% na sua vida útil, além de elevar o consumo de combustível e danificar peças importantes.

7 – Fuja dos buracos:

Evite pistas esburacadas ou utilize pneus apropriados para este tipo de terreno, do

 contrário causará problemas na suspensão do veículo e o desgaste prematuro dos pneus.

8 – Válvulas:

Certifique-se que em toda a troca de pneus, eles recebam válvulas de ar novas. Essas peças são muitas vezes esquecidas.

9 – Evite arrancadas e freadas bruscas:

Ambas práticas colaboram para o rápido desgaste dos pneus.

10 – Cautela ao estacionar:

Tome cuidado para não pressionar o pneu ao meio-fio quando for estacionar.

Conheça as principais causas de ruídos nos pneus:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/conheca-as-principais-causas-de-ruidos-nos-pneus/

A importância de manter a pressão ideal dos pneus:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/a-importancia-de-manter-a-pressao-ideal-dos-pneus/

pneu e roda

A importância da manutenção de pneus e rodas

Por: Gabriela Rabinovici

Pneus e rodas são itens muito importantes, pois além de suportar todo o peso e carga, ajudam a manter o veículo na trajetória correta. O desgaste desses componentes, causado pelas condições de uso e contato frequente com buracos, obstáculos e detritos é inevitável.

Para mantê-los em bom estado é preciso atentar para os prazos da manutenção periódica. Ela é essencial para prolongar a vida útil de pneus e rodas, garantindo melhor dirigibilidade e maior segurança e conforto para os ocupantes.

Confira algumas dicas:

– Mantenha a calibragem correta do pneu e faça-a com a periodicidade recomendada no manual. Inclua o pneu de reserva e cheque a pressão quando os itens estiverem frios;

– Faça o alinhamento a cada cinco mil quilômetros ou quando realizar a troca dos pneus, quando houver trepidação das rodas, volante duro ou se o carro for para os lados quando o motorista largar o volante;

– Faça o balanceamento a cada cinco mil quilômetros ou quando realizar a troca dos pneus, quando fizer o rodízio ou quando houver vibração ou desgaste irregular da banda de rodagem;

– A parte interna do pneu também deve ser verificada se houver impactos ou furos;

– Faça o rodízio a cada cinco ou dez mil quilômetros para otimizar o rendimento dos pneus e assegurar um rodar confortável. Verifique maiores detalhes no manual do fabricante;

– Pneus carecas devem ser trocados o quanto antes, pois há risco de estouro, instabilidade do veículo em pistas molhadas, maior propensão à derrapagem e risco de multa;

– Rodas com danos leves têm conserto! Geralmente, é feita a correção da avaria, aplicação de massa plástica ou solda, aplicação de base, tinta de acabamento e, por fim, verniz para dar brilho e proteção à peça;

– No caso de danos profundos, é indicado comprar uma roda nova, principalmente, se o preço do conserto ultrapassar um terço do valor do item;

– Atente para os parafusos das rodas. Observe se eles estão em boas condições ou se apresentam ferrugem ou rachaduras. Se notar algum problema não hesite em procurar ajuda especializada.

A Widmen possui um moderno centro de reparos, com profissionais altamente qualificados para realizar a manutenção de todos os tipos de rodas e pneus, desde veículos nacionais a importados.

Leia mais:

Dicas ao trocar as rodas do carro por rodas esportivas:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/dicas-ao-trocar-as-rodas-do-carro-por-rodas-esportivas/

7 mitos sobre os pneus do seu carro:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/7-mitos-sobre-os-pneus-do-seu-carro/