seta

Setas do carro: dicas para utilizá-las corretamente

Por: Gabriela Rabinovici

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, a seta é a luz do veículo que indica para os outros motoristas que o condutor quer entrar à direita ou à esquerda da via. Ela é fundamental para proporcionar maior segurança no trânsito, no entanto, muitos motoristas utilizam as setas de forma ineficiente e acabam causando acidentes.

Confiras as dicas a seguir:

- Em primeiro lugar é preciso sinalizar para os demais motoristas a sua intenção;

- Em seguida, é preciso observar os retrovisores para ter certeza de uma manobra com segurança;

- Dê a seta antes de frear, de modo que os outros motoristas saibam que você diminuirá a velocidade;

- Mantenha a mão direita no volante ao pressionar a alavanca da seta para baixo ou para cima;

- Após se certificar que o caminho está livre, faça o deslocamento;

- O sinal irá desligar automaticamente após realizar a curva, na maioria dos casos, mas o volante deve ser virado até certo ponto para isto acontecer. Se não desligar automaticamente, mova a alavanca de volta ao centro, em posição neutra;

- Viu outro carro dando seta? Então mantenha distância do veículo para que não cause nenhuma dificuldade de manobra ao outro motorista;

- Use a seta ao entrar e sair de uma vaga na rua;

- Use a seta ao entrar e sair de uma rodovia;

- A seta também deve ser usada quando você desejar mudar de faixa.

Atenção!

- Não confunda a seta com o pisca-alerta!

- Sempre olhe para onde está indo e não vire ou mude de faixa se não for seguro.

- As setas pararam de funcionar? Vá imediatamente a uma oficina mecânica especializada para que o reparo seja feito.

- Quem não aciona a seta e for flagrado está sujeito à multa no valor de R$ 195,23, além de cinco pontos na carteira.

Fique por dentro:

Cuidados ao utilizar a buzina automotiva:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/cuidados-ao-utilizar-a-buzina-automotiva/

Dicas para medir a vida útil do pneu:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/dicas-para-medir-a-vida-util-do-pneu/